Casos de sucesso

A Adobe aprimora a experiência dos clientes com a nuvem

Informações gerais

  • Indústria: Software
  • Região: Global
  • Sede: San Jose, CA
  • Número de funcionários: 13.500

... A capacidade de padronização e operação em uma estrutura conhecida representa para a Adobe uma economia de 2 a 3 milhões de dólares por ano.

Mitch Nelson, Diretor de Serviços Gerenciados, Adobe Systems

Visão geral

Como uma empresa líder em mídia digital, a Adobe reconhecia que teria capacidade de servir melhor seus clientes com novas ofertas baseadas em nuvem. Ela desejava oferecer o acesso à nuvem para o seu sandbox — onde clientes criam aplicativos com os produtos Adobe — assim como oferecer software como serviço (SaaS) para os clientes pudessem facilmente implantar suas soluções. A Adobe conseguiu realizar tudo isso por meio do uso do Red Hat® Enterprise Linux® e Amazon Web Services (AWS).

A Red Hat oferece à Adobe um cenário de TI flexível

A Adobe utiliza o Red Hat Enterprise Linux e o AWS para oferecer aos clientes acesso aos recursos de sandbox e a opção SaaS para implantar soluções baseadas em produtos Adobe.

O caminho para o sucesso

Desafio: Proporcionar aos clientes uma maneira mais fácil de adquirir software

A Adobe é reconhecida mundialmente por seu software, que por muitos anos era um produto físico vendido em lojas. Em 2007, Mitch Nelson, diretor de serviços gerenciados, começou a migração para a nuvem. Naquela época, a nuvem era um conceito relativamente novo, mas Nelson sabia o que estava por vir.

Os clientes então, começaram a exigir fornecimento de software na nuvem, que fosse fácil e conveniente. A Adobe, visando proteger sua sobrevivência, teve que responder rapidamente à essa mudança radical. Nelson, pensando também na economia e no aumento de receitas, decidiu expandir as ofertas da Adobe, incluindo acesso mais fácil aos recursos do sandbox da Adobe e uma nova opção de SaaS para aplicativos personalizados.

Seu desafio era o de encontrar a melhor tecnologia para o serviço.

Estudo de caso

O Red Hat Enterprise Linux e o Amazon Web Services ajudam a Adobe a oferecer soluções baseadas em nuvem

Solução: implantar uma tecnologia de nuvem que seja confiável e aceita pelos clientes

Ao implementar o Red Hat Enterprise Linux, um sistema operacional seguro, ágil e escalável, a Adobe proporcionou aos seus clientes um fácil acesso ao sandbox Adobe LiveCycle, através de seu próprio site de clientes ou na nuvem. Esta opção ofereceu aos clientes a possibilidade de experimentar, avaliar e testar protótipos de novas soluções com produtos Adobe.

Graças à flexibilidade do Red Hat Enterprise Linux, a Adobe também desenvolveu a opção de SaaS, que utiliza o AWS para ajudar clientes a implantarem suas soluções baseadas em Adobe de forma mais rápida. "Na nuvem, a Red Hat faz todo o sentido", afirma Nelson. "É a escolha óbvia, da qual nunca nos arrependemos."

Resultados: Proporcionar aos clientes a velocidade de que necessitam

Agora os clientes podem instalar e executar rapidamente o sandbox Adobe e implantar imediatamente seus aplicativos recém-desenvolvidos. "Em vez de esperar 2 ou 3 meses para implantar seus aplicativos personalizados, agora é possível implantá-los em 2 ou 3 dias. Essa foi uma grande mudança em comparação a 5 anos atrás!" afirma Nelson.

A nova implantação de SaaS também oferece aos clientes preço e escalabilidade baseado em subscrição, enquanto proporciona à Adobe uma nova fonte de renda recorrente. "A nuvem realmente agiliza nosso tempo de lançamento no mercado e aumenta nossa capacidade de oferecer valor aos clientes rapidamente", diz Nelson.

A Red Hat permite que nossos clientes usem do mesmo sistema operacional ou do conjunto de soluções em todas as esferas, assim como o fazem na nuvem. A capacidade de uma padronização como esta e operação em uma estrutura conhecida, representa para a Adobe uma economia de 2 a 3 milhões de dólares por ano.

Mitch Nelson, Diretor de Serviços Gerenciados, Adobe Systems