Pesquisar
Português
Português
Login Account
Login / Registre-se Account
Websites

Caso de sucesso

Deutsche Bank simplifica suas plataformas de desenvolvimento, democratizando a TI

Deutsche Bank

Informações gerais

Setor: serviços financeiros
Região: Europa, Oriente Médio e África
Sede: Frankfurt, Alemanha
Porte da empresa: em torno de 91.000 funcionários em 60 países

Com o Fabric e o Red Hat OpenShift Container Platform, nós buscamos democratizar a TI. Todos os desenvolvedores do banco tiveram acesso a essas tecnologias.

TOM GILBERT, DIRETOR DE GERENCIAMENTO, CHEFE MUNDIAL DE PLATAFORMAS DE INTEGRAÇÃO, APLICAÇÕES E CLOUD, DEUTSCHE BANK

Visão geral

Por ser um banco líder no serviço a clientes particulares, corporativos e fiduciários, o Deutsche Bank precisava abraçar as transformações digitais. A empresa queria aprimorar a experiência tanto dos clientes quanto dos usuários da tecnologia de back-end, incluindo funcionários, fornecedores externos e desenvolvedores que utilizavam sua plataforma para criar e executar aplicações. Com as soluções da Red Hat®, o Deutsche Bank criou uma plataforma como serviço (PaaS) open source para simplificar a colaboração com o DevOps, otimizar a capacidade e aumentar a eficiência, reduzindo o tempo total do desenvolvimento de aplicações de 6 a 9 meses para 2 a 3 semanas.

Vencedor do Red Hat Innovation Awards em 2019

O caminho para o sucesso

Desafio: simplificar a plataforma para ter um desenvolvimento eficiente

O Deutsche Bank precisava reduzir os ciclos de desenvolvimento para acelerar o time to market. O problema é que sua infraestrutura restritiva dificultava a integração e atrasava o desenvolvimento de aplicações. Gerenciar centenas de servidores e bancos de dados retardava o crescimento e a adoção de novas tecnologias. "Múltiplos sistemas operacionais eram usados em diversos datacenters", disse Emma Perkins, gerente de portfólio PaaS no Deutsche Bank. O banco também queria substituir seus processos tradicionais em cascata por uma abordagem de DevOps. Para fazer isso, a empresa buscou estabelecer um PaaS que simplificasse o desenvolvimento e o gerenciamento, reduzisse o risco e escalasse com facilidade para dar suporte a processos mais ágeis na empresa.

Estudo de caso

Deutsche Bank democratiza o desenvolvimento com a plataforma global da Red Hat

Solução: criar uma nova plataforma com tecnologia open source

O Deutsche Bank escolheu a Red Hat para ajudar a criar o Fabric, uma plataforma de desenvolvimento de aplicações baseada em microsserviços e implantada em container. O Fabric hospeda sistemas e ferramentas e oferece computação sob demanda para todas as equipes de desenvolvimento de aplicações do banco. "A Red Hat ofereceu essa combinação de open source com suporte a fornecedores, aplicação de patches e gerenciamento, tudo o que precisávamos para uma empresa regulamentada", disse Tom Gilbert, diretor de gerenciamento, chefe mundial de plataformas de integração, aplicações e cloud do Deutsche Bank. "Migrar de máquinas virtuais para containers e de aplicações tradicionais para microsserviços é uma grande mudança. Precisávamos de um parceiro que nos ajudasse a criar recursos de desenvolvimento e a treinar nossa base global de desenvolvedores para que pudéssemos aproveitar ao máximo nosso investimento."

Resultados: mais eficiência e economia de tempo e dinheiro

O Fabric oferece acesso mais rápido a recursos, aumentando a eficiência dos desenvolvedores e acelerando o time to market. Em vez de levar de 6 a 9 meses, todo o processo de produção de aplicações leva de 2 a 3 semanas. "Com o Fabric e o OpenShift, nós buscamos democratizar a TI", afirmou Tom. "Todos os desenvolvedores do banco tiveram acesso a essas tecnologias". Além disso, o Deutsche Bank simplificou o processo de colaboração do DevOps com integração flexível e abordagem ágil. O banco também simplificou o acesso a recursos, melhorando o uso do datacenter e a capacidade de cloud. Com isso, economizou tempo, dinheiro e recursos. "Executamos uma plataforma global que oferece suporte a centenas de aplicações com um único modelo de operação e um grande número de cargas de trabalho em uma infraestrutura reduzida", falou Tom. "Do ponto de vista da utilização e do custo, é uma estratégia eficiente."

Antes, nós não oferecíamos recursos para tantos provedores de infraestruturas e desenvolvedores. Então, não teríamos como desenvolver sozinhos uma plataforma como essa que oferecemos atualmente. Tudo isso mudou quando passamos a usar o Red Hat OpenShift Container Platform. Isso nos diferencia dos concorrentes porque somos capazes de efetuar mudanças com rapidez, eficácia e eficiência.

EMMA PERKINS, GERENTE DE PORTFÓLIO PaaS, DEUTSCHE BANK