Plataformas Linux

Perguntas frequentes sobre o Red Hat Satellite

Perguntas frequentes

Simplifique o gerenciamento de sistemas

Você gostaria de ser capaz de gerenciar dezenas, centenas e até milhares de servidores Red Hat® Enterprise Linux® como se fossem apenas um? Você pode fazer isso com o Red Hat Satellite, uma plataforma de gerenciamento de sistemas fácil para a sua crescente infraestrutura Linux. O Red Hat Satellite foi criado com padrões abertos e se baseia em módulos funcionais que proporcionam um melhor gerenciamento do Red Hat Enterprise Linux em implantações virtualizadas ou em bare-metal.

Perguntas e respostas

Solução em geral

Embora seja possível realizar tarefas administrativas básicas com os serviços Red Hat incluídos na subscrição do Red Hat Enterprise Linux, o Red Hat Satellite acrescenta uma lista extensa de recursos de gerenciamento de ciclo de vida, incluindo:

  • Aplicação de patches
  • Gerenciamento da subscrição
  • Provisionamento
  • Gerenciamento da configuração

Em um único console, você poderá gerenciar facilmente milhares de sistemas como se fossem apenas um, tornando tudo ainda mais disponível, confiável e auditável. Organizações com ambientes Red Hat Enterprise Linux em crescimento geralmente precisam desses recursos de gerenciamento.

O Red Hat Satellite é uma solução de gerenciamento de sistemas que torna mais fácil implantar, escalar e gerenciar a infraestrutura da Red Hat em ambientes físicos, virtuais e de cloud. Com o Satellite, os usuários podem provisionar, configurar e atualizar sistemas para garantir um funcionamento eficiente, seguro e em conformidade com diversos padrões. Ao automatizar a maioria das tarefas relacionadas à manutenção de sistemas, o Satellite ajuda as organizações a aumentar a eficiência, reduzir os custos operacionais e capacitar as equipes de TI para responder ainda melhor às necessidades estratégicas do negócio.

O Red Hat Satellite Capsule Server é usado para estender o gerenciamento do Red Hat Satellite para datacenters remotos. Normalmente, uma instância Red Hat Satellite Capsule Server é implantada em cada datacenter remoto para federar serviços, como o provisionamento, a fim de que sejam realizados localmente. O foco dessa solução está em fornecer um repositório local de conteúdo certificado para o Red Hat Enterprise Linux. Esse modelo amplia a capacidade do Red Hat Satellite para fornecer atualizações, erratas e programas de software de forma altamente escalável, utilizando menos largura de banda de rede. O Red Hat Satellite Capsule Server substitui o Red Hat Satellite Proxy.

Agora, o Red Hat Satellite está disponível para download no Portal do Cliente Red Hat como parte da sua subscrição Red Hat Satellite.

Essa documentação está disponível no Portal do Cliente Red Hat, juntamente com a documentação de todas as versões do Red Hat Satellite.

Bare-metal, Red Hat Enterprise Virtualization, Red Hat Enterprise Linux OpenStack® Platform, VMWare e Amazon EC2.

Alguns dos principais projetos são o Foreman, o Puppet, o Katello, o Pulp e o Candlepin.

As arquiteturas entre o Red Hat Satellite 5 e o Red Hat Satellite 6 são muito diferentes. O Red Hat Satellite 6.x requer uma instalação nova. Portanto, não é possível fazer o upgrade do Red Hat Satellite 5.x para o Red Hat Satellite 6.x. Os clientes que atualmente usam o Red Hat Satellite 5 terão muitas opções para gerenciar o ambiente Red Hat Enterprise Linux com o Red Hat Satellite 6. Acesse a página do Red Hat Satellite no Portal do Cliente para obter mais informações.

Não há mais suporte para o Red Hat Satellite 5.5 e versões anteriores. O Red Hat Satellite 5.6 e algumas versões posteriores perderão o suporte da Fase 3 de Produção em 31 de janeiro de 2019. A partir dessa data, somente o Satellite 5.8 terá suporte até 31 de maio de 2020. É importante observar que o Red Hat Network (RHN) será encerrado em 31 de janeiro de 2019. A partir dessa data, somente o Satellite 5.8 receberá conteúdos novos por meio do Red Hat Subscription Manager (RHSM). Consulte a página de suporte ao ciclo de vida do Satellite para obter mais informações.

Segurança

Você pode fazer download do conteúdo no Red Hat Content Delivery Network (CDN) para um sistema de preparação e armazená-lo em uma mídia física para que sua organização mantenha o conteúdo certificado atualizado. Muitas organizações com requisitos de segurança rígidos usam a configuração desconectada do Red Hat Satellite.

Com relação aos recursos, o Red Hat Satellite permite aos administradores implementar uma trilha de auditoria completa de todas as atividades obtida por meio do Red Hat Satellite, bem como atribuir políticas e permissões para a administração simples com base em funções.

.

Interoperabilidade e personalização

Você pode usar a interface de programação de aplicações (API) no Red Hat Satellite para compor scripts de comandos dentro da solução e trocar informações com outras soluções de gerenciamento. Os clientes têm usado a API no Red Hat Satellite para integrá-lo com ferramentas de gerenciamento de outros fornecedores, como a HP e a IBM.

É necessário ter, pelo menos, um host em rede com as seguintes especificações mínimas:

  • Arquitetura de 64 bits.
  • É obrigatório ter versão mais recente do Red Hat Enterprise Linux 6 Server ou 7 Server, e o Red Hat Enterprise Linux é recomendável.
  • Um mínimo de dois núcleos de CPU. No entanto, é recomendável ter quatro.
  • É obrigatório ter 12 GB, no mínimo, para que o Servidor Satellite funcione. No entanto, é recomendável ter 16 GB para cada instância do Servidor Satellite. Além disso, é recomendável ter um mínimo de 4 GB de espaço de troca. Executar o Satellite com menos memória do que o valor mínimo, talvez resulte em falhas na operação.
  • Um nome de host exclusivo, que pode conter letras minúsculas, números, pontos (.) e hifens (-).
  • Uma subscrição atual do Red Hat Satellite.
  • Acesso (raiz) ao usuário administrativo.
  • Uma máscara de usuário (umask) de sistema de 0022.
  • Resolução de DNS encaminhada e reversa total usando um nome de domínio totalmente qualificado.
  • Consulte o guia de instalação do Red Hat Satellite para verificar as recomendações de armazenamento e as especificações mais recentes.

Observação: as versões do Servidor Red Hat Satellite e do Capsule Server devem ser compatíveis. Por exemplo, o Servidor Satellite 6.1 não pode executar a versão 6.2 do Capsule Server , assim como o Servidor Satellite 6.2 não pode executar a versão 6.1 do Capsule Server. A incompatibilidade entre versões do Servidor Satellite e do Capsule Server resulta na falha silenciosa do Capsule Server.

O Red Hat Satellite 6 inclui um banco de dados PostgreSQL incorporado.

Sim. O Red Hat Global Professional Services oferece serviços de consultoria específicos para clientes que usam o Red Hat Satellite. Entre em contato com o Departamento de Vendas da Red Hat para obter mais informações.

A Red Hat atualmente oferece um período de avaliação de 30 dias. Entre em contato com um representante de vendas da Red Hat para obter detalhes.

Os clientes com direitos ao Smart Management Add-On têm o mesmo contrato de nível de serviço (SLA) que possuem atualmente para o sistema operacional. Os modelos do Servidor Red Hat Satellite e Red Hat Satellite Capsule Server incluem uma subscrição Premium do Red Hat Enterprise Linux, o que garante aos clientes o suporte nível Premium da Red Hat.

Suporte à virtualização

O Red Hat Satellite pode gerenciar qualquer sistema que executa o Red Hat Enterprise Linux em qualquer hipervisor compatível, incluindo o Red Hat Virtualization e o VMware. Para isso, cada sistema Red Hat Enterprise Linux gerenciado pelo Red Hat Satellite deve ter o direito Smart Management Add-On necessário.

O Red Hat Satellite e o Red Hat Satellite Capsule Server atualmente têm suporte nos guests do Red Hat Enterprise Linux hospedados pelos hipervisores compatíveis, como Xen, KVM e VMware.