Aplicações nativas em cloud

Por que escolher a Red Hat para o desenvolvimento nativo em cloud?

Porque nos dias de hoje, toda empresa é uma empresa de software

Sabemos que as empresas modernas se encontram atualmente em um mercado dominado pelo engajamento digital, no qual ser competitivo significa adotar modelos de negócios orientados por software. Independentemente do setor na indústria, seja telecomunicações, bancário, saúde ou até mesmo pecuário, no cenário atual, sua organização também é uma empresa de software, com aplicações no cerne da estratégia de negócios.

A transformação para um negócio voltado para software requer mais rapidez no desenvolvimento e na disponibilização de novas aplicações para usuários que esperam uma qualidade superior. Essa não é uma tarefa fácil. A Red Hat acredita que é necessário investir em processos, infraestrutura e arquitetura para permanecer competitivo em mercados modernos que evoluem rapidamente.

Também acreditamos que o desenvolvimento de aplicações pode tirar o máximo proveito de investimentos ao adotar uma estratégia de desenvolvimento nativo em cloud.


Desenvolvimento de aplicações nativas em cloud

O desenvolvimento de aplicações nativas em cloud é uma abordagem para a criação e execução de aplicações que aproveita todas as vantagens do modelo de cloud computing. As clouds públicas, privadas e híbridas estão cada vez mais presentes. Portanto, o desenvolvimento de aplicações nativas em cloud é um meio de gerar rapidamente o valor corporativo que esses ambientes dinâmicos e modernos proporcionam.

Idealmente, uma aplicação nativa em cloud é uma coleção de pequenos microsserviços independentes e ligeiramente acoplados, implantados em containers Linux e conectados por meio de um sistema de mensageria ou interfaces de programação de aplicações (APIs). Cada serviço implementa uma capacidade de negócios e é desenvolvido por pequenas equipes que usam fluxos de trabalho DevOps, como integração e implantação contínuas (CI/CD). Dessa forma, os serviços podem ser criados rapidamente, implantados de maneira rápida e atualizados com regularidade. É o fim dos ciclos de desenvolvimento monolíticos.

Nosso portfólio de tecnologias open source, que inclui o Red Hat® Enterprise Linux® e o OpenShift®, dá à Red Hat uma posição privilegiada para formar parcerias com empresas em busca de transformação para competir em mercados dinâmicos e orientados por software.

E não somos os únicos a pensar assim. Dentre os parceiros de desenvolvimento nativo em cloud, a Forrester afirma que a Red Hat "lidera o grupo com recursos excelentes de integração e experiência de usuário." Nosso ecossistema de soluções foi projetado para oferecer suporte a todos os aspectos do desenvolvimento de aplicações nativas em cloud. Nossa plataforma de containers OpenShift integra-se totalmente com:


Como a Red Hat pode ajudar?

Para alcançar o sucesso, sua empresa não precisa ser uma "nativa digital"

Empresas "nativas digitais" são aquelas que mudaram o mercado ao criar do zero novas metodologias, ferramentas e tecnologias que se tornaram o padrão do setor. Esses padrões foram aperfeiçoados com o passar do tempo, o que significa que as empresas tradicionais agora também poderão se tornar líderes digitais se utilizarem novas plataformas e priorizarem a escala. Hoje em dia, em vez de criar uma plataforma própria, é possível se concentrar em investimentos estratégicos e adotar os recursos de desenvolvimento e entrega de software ágeis do Red Hat OpenShift Container Platform. Em vez de reinventar a roda, agora as equipes podem se concentrar em realmente criar aplicações que se adaptam rapidamente para mudar e inovar de maneira contínua.

O Red Hat OpenShift Container Platform é a plataforma ideal para criar aplicações em containers, se integrando também ao armazenamento e ao middleware, o que significa que a plataforma pode cuidar das operações e da infraestrutura. Essa solução é baseada em padrões do setor, como containers e Kubernetes, para viabilizar a sua transformação digital ao proporcionar a automação da entrega, do gerenciamento, do monitoramento e da escalabilidade de aplicações.

O que entregar

A Red Hat acredita que todas as organizações devem aperfeiçoar o desenvolvimento e a entrega de aplicações de software aos clientes. Seja para usar aplicações legadas de maneira mais eficiente ou para criar uma nova arquitetura de microsserviços, há sempre uma maneira de otimizar suas práticas de desenvolvimento para prestar um melhor serviço aos clientes.

Entregue as aplicações que seus clientes realmente desejam. Seus clientes têm opções. Portanto, você deve oferecer aplicações que satisfaçam suas necessidades em tempo hábil para que sua empresa seja competitiva. Você disponibiliza mais funcionalidades do que o desejado? Isso significa que provavelmente sua solução está chegando no mercado atrasada. Você disponibiliza menos do que o esperado? provavelmente está perdendo oportunidades e desapontando usuários. A época em que as empresas disponibilizavam um grande número de funcionalidades, apostando que alguma virasse moda já era. Hoje em dia, é necessário entregar exatamente o necessário - o mais rápido possível.

Forneça e aprenda com o feedback. As necessidades dos clientes e as ameaças da concorrência mudam rapidamente. Por isso, os planejamentos estratégicos de longo prazo e os ciclos de produção demorados foram substituídos pelos ciclos orientados por feedback. Isso se tornou possível com os testes em tempo real no ambiente de produção e a capacidade do software de dar suporte a mudanças rápidas em soluções. Quando se consegue testar ideias novas rapidamente e diversas vezes, é possível aprender continuamente com os usuários, em vez de tentar prever todas as necessidades deles para fazer um grande lançamento.

Desenvolva com rapidez sem comprometer a qualidade. A pressa é inimiga da perfeição. Essa pérola da sabedoria popular ainda vale para a abordagem tradicional, mas é preciso considerar que as aplicações nativas em cloud mudaram a relação entre velocidade e qualidade em escala. Ao utilizar métodos de DevOps, como a entrega contínua, é possível automatizar os testes de qualidade em todas as etapas do processo. Assim, não é necessário aguardar até o temido "dia da fusão" ou "inferno da integração" que pode interromper a entrega. Além disso, os testes contínuos tornam possível receber e empregar o feedback de maneira antecipada e rápida, o que elimina o desperdício de tempo e esforço.

Sabemos que as metas para se adaptar ao desenvolvimento nativo em cloud são numerosas, mas com a plataforma e as técnicas ideais, conseguimos ajudar empresas a serem bem-sucedidas. Mudar os processos internos é um desafio necessário para se manter competitivo em mercados modernos e dinâmicos. Para viabilizar essas mudanças, a Red Hat acredita que as organizações precisarão de uma plataforma nova que permite implementar melhorias na arquitetura, na infraestrutura e nos processos. O objetivo final é conseguir disponibilizar aplicações de qualidade superior com grande agilidade.

Leia sobre o OpenShift no blog do Red Hat Developers