Login / Registre-se Account

Os símbolos são importantes. As pessoas se importam com eles. 

Seu poder vem do número de pessoas que podem olhar para eles e entender mais ou menos a mesma coisa. Às vezes é apenas um nome. Mas às vezes é mais; uma história, valores compartilhados, um propósito em comum, um jeito de ser. 

O logo da Red Hat  está mudando pela primeira vez em 19 anos. E nosso desafio, embora seja fácil de descrever, é espinhoso. Como preservar a habilidade de ser reconhecida, a reputação (e significado) de nossa última marca, enquanto criamos algo novo e mais fácil de usar? 

Então, como você faz alterações de design que ecoam no passado, capturam o presente e te posicionam adequadamente para os próximos 20 anos?

A Red Hat escolheu uma abordagem deliberada e evolucionária, solucionando alguns problemas bastante diretos. 

Onde está o cara obscuro?

Sem dúvida, este foi o mais espinhoso dos problemas. O Shadowman, como nosso logo anterior era carinhosamente chamado, é um personagem. Os Red Hatters entendiam o que ele representava - a busca para equilibrar o jogo da tecnologia com o open source - e o defendiam. (Antropólogos poderiam fazer trabalhos de campo observando nosso apego a ele.) Mas fora da Red Hat, aqueles que não nos conhecem julgaram o Shadowman pela aparência. Ele parecia sinistro, não um símbolo de abertura e transparência. Nós precisávamos sair das sombras. 

O Shadowman foi nosso símbolo por quase duas décadas, mas o chapéu — o chapéu vermelho — é o primeiro e principal símbolo da empresa. Quando nós perguntamos aos Red Hatters e à nossa comunidade, eles nos disseram o mesmo: que o chapéu era o mais importante, não quem o usava. Usar apenas um fedora no nosso logo nos ajudou a resolver vários problemas que tornaram o uso do logo antigo frustrante  — é mais simples, então funciona em pequenos espaços (como ícones de favoritos). Também é fácil inferir o nome da empresa —Red Hat— então podemos usar o chapéu sozinho em mais lugares e, sem o rosto sob o chapéu, é mais fácil acrescentar textos e construir um sistema de logos completo.

Como se soletra Red Hat?

Nosso logo anterior não correspondia adequadamente às letras maiúsculas e o espaçamento de nosso nome — Red Hat. Isto levou a muitas confusões, tanto interna quanto externamente. Nós passamos muito tempo corrigindo as pessoas porque nosso logo estava literalmente incorreto quanto ao nosso nome. Um enorme problema, mas com um conserto simples — nós acrescentamos um espaço para separar claramente as palavras e colocamos o "R" e o "H" em maiúsculas. 

Agora não há dúvida - é Red Hat! 

E a fonte?

Durante anos, nós usamos duas fontes diferentes: Overpass (open) e Interstate (proprietária). Nenhuma das duas realmente combinava com nosso logo. Elas eram boas fontes, baseadas nos sinais de trânsito das estradas dos Estados Unidos, mas elas também eram usadas por várias marcas. Nós queríamos algo que pudéssemos chamar de nosso e que combinasse com nossa marca e voz perfeitamente. 

Com esse objetivo, nós colaboramos com um designer de fontes para construir uma família de fontes open source, Red Hat Display e Red Hat Text. 

Nossa nova fonte é geométrica e sem serifa, inspirada pelas mesmas fontes clássicas que também inspiraram a Overpass e a Interstate. Os estilos de Display têm traços uniformes e espaçamento justo, com letras de forma altas e abertas. Os estilos de texto têm alguns ajustes para facilitar a leitura estendida — mais contraste entre as caixas altas e baixas, largura mais estreita, espaçamento mais generoso e mais contraste entre linhas grossas e finas.

Juntas, elas são uma família de fontes open, flexíveis e fáceis de ler, que são totalmente nossas.

Totalmente nossas, mas disponíveis livremente. 

O design open é importante na Red Hat. Nós temos uma longa tradição de adquirir e liberar software, disponibilizando para que todos o usem, aprendam com ele e o melhorem. E nós compartilhamos outras coisas que criamos com o mesmo espírito. Se ele resolveu um problema para nós, quem sabe pode ser útil para outras pessoas.

Não é apenas um logo, é um sistema de logos!

Nosso novo logo is part de um sistema flexível que nos permite escolher o melhor logo para se ajustar a qualquer aplicação, desde pequenos ícones digitais e avatares até as placas nas paredes de nossos escritórios. O logo pode ser vertical ou horizontal e o texto "Red Hat" pode ser grande ou pequeno.

O sistema de logo vai além do logo corporativo. Com ele, nós podemos unificar nossos produtos e serviços, dar a equipes internas, projetos e programas uma aparência fresca e consistente e nos divertir com nossa marca de formas que não podíamos antes.

Será que eu vi uma mudança no vermelho da Red Hat?

Olhos de lince! Depois de nosso logo, a cor vermelha é possivelmente nosso ativo de marca mais reconhecível. 

O "clássico" vermelho Red Hat (PMS 1797, ou #CC0000) não passou nos testes de relação de contraste em fundos escuros, o que significa que era difícil ou quase impossível que leitores com pouca ou nenhuma acuidade visual conseguissem ler, mas também poderia causar fadiga visual mesmo em leitores com boa visão. Então nós atualizamos o vermelho para um tom mais claro e brilhante (PMS 1788C ou #EE0000), que mantém o espírito do original. 

Pode ser difícil de perceber a mudança, a menos que você esteja procurando por ela, mas isso faz toda a diferença quando se trata de tornar nossa marca legível e acessível para todos os públicos.

Saiba mais sobre os detalhes do projeto e os passos que demos ao longo do processo que nos levou a um novo logo. E, se você vir o novo logo por aí, tire uma foto e compartilhe-a no Twitter com  #OpenBrandProject.


About the author

Red Hat is the world’s leading provider of enterprise open source software solutions, using a community-powered approach to deliver reliable and high-performing Linux, hybrid cloud, container, and Kubernetes technologies.

Read full bio