Inscreva-se no feed

A segunda versão do operador de métricas de gerenciamento de custos, uma imagem de container certificada executada no Red Hat OpenShift, tem como base funcionalidades existentes, captura mais dados históricos e inclui novas métricas de otimização. Combinadas a solicitações e limites de container adequadamente especificados, essas novas funcionalidades podem ajudar você a entender melhor os custos dos ambientes de container. 

Red Hat cost management operator details screenshot

Baseado em funcionalidades existentes

Essa segunda versão do operador de métricas de gerenciamento de custos pode acelerar a configuração ao criar automaticamente sua fonte associada em console.redhat.com. Essas métricas são enviadas a cada seis horas por padrão, mas podem ser configuradas para serem enviadas com mais frequência. Métricas mais frequentes aceleram a visibilidade dos clusters on-premise que dependem de modelos de custo para taxas definidas (em comparação com aqueles executados em provedores de nuvem que aguardam a exportação de custos para que algo seja alocado). 

O operador também tem suporte a um modo de rede restrito, que coleta payloads no cluster que podem ser carregados por meio de um sistema conectado à rede. As novas métricas coletadas pelo operador nesta versão também podem ser acessadas no mesmo payload por um fluxo restrito. A versão também pode desabilitar métricas para ter suporte a clientes que querem acesso a apenas funções específicas.

Red Hat cost management config creation screenshot

Captura de métricas existentes

Essa nova versão do operador de métricas de gerenciamento de custos agora reúne as métricas existentes do Prometheus assim que ele é instalado e configurado no OpenShift. Assim, você tem acesso a mais dados históricos. Esses dados históricos podem ajudar você a:

  • Entender melhor as tendências e os padrões nos recursos que seu cluster usa
  • Melhorar as previsões e o planejamento de capacidade
  • Gerenciar melhor os recursos e otimizar custos

Por padrão, o operador de monitoramento de cluster do OpenShift retém dados de métricas por 15 dias, mas o operador de métricas de gerenciamento de custos pode coletar até 90 dias desses dados retidos. Essa é uma melhoria significativa que pode ajudar você a entender melhor o desempenho do seu cluster ao longo do tempo. 

Com mais dados históricos, é possível identificar tendências e padrões no primeiro dia em que o operador é executado. Isso ajuda você a tomar decisões melhores sobre as necessidades de capacidade do seu cluster e otimizar os custos conforme necessário. 

Red Hat cost management cluster-monitoring-config YAML screenshot

Métricas para otimizações

Além dos novos recursos de dados históricos, a versão 2.0 do operador de métricas de gerenciamento de custos também calcula mínimos, máximos, médias e somas do uso da CPU/memória, solicitações e limites a cada 15 minutos. Essas novas métricas podem informar recomendações de otimização de recursos, como solicitações e limites de container, que podem gerenciar melhor a capacidade do cluster. 

Com cargas de trabalho otimizadas, é possível criar ambientes econômicos que reduzem o excesso de capacidade de cargas de trabalho e o número de nós nos clusters do OpenShift.

Red Hat cost management metrics screenshot

Especificar adequadamente as solicitações e os limites do container é uma parte crucial do gerenciamento da capacidade do cluster. Superestimar as necessidades de recursos significa pagar potencialmente por mais recursos do que você realmente usa. E, se você subestimar as necessidades de recursos, poderá acabar com um desempenho prejudicado ou até mesmo com erros de memória. Ao tomar decisões mais embasadas sobre a alocação de recursos, é possível reduzir despesas desnecessárias ao executar os clusters do OpenShift com mais eficiência. 

A versão 2.0 do operador de métricas de gerenciamento de custos coleta os dados que permitirão que você tome essas decisões embasadas. As novas métricas reunidas pelo operador podem aumentar sua compreensão dos recursos usados e otimizar suas solicitações e os limites de container conforme necessário.

Red Hat cost management optimizations screenshot

Instalação do operador

A versão 2.0 do operador de métricas de gerenciamento de custos inclui uma série de novas funcionalidades interessantes que podem ajudar a otimizar os clusters do OpenShift e a economizar no processo. 

Com a capacidade de coletar mais dados históricos e fornecer recomendações para a otimização de recursos, essa versão é uma ferramenta relevante para qualquer organização que usa o OpenShift. Ao especificar adequadamente as solicitações e os limites do container, você reduz despesas desnecessárias, executa seus clusters com mais eficiência e tem um impacto positivo no ambiente.


Sobre os autores

Chris Hambridge started his software engineering career in 2006 and joined Red Hat in 2017. He has a Masters in Computer Science from the Georgia Institute of Technology, and is passionate about cloud-native development and DevOps with a focus on pragmatic solutions to everyday problems.

Read full bio

Navegue por canal

automation icon

Automação

Últimas novidades em automação de TI para empresas de tecnologia, equipes e ambientes

AI icon

Inteligência artificial

Descubra as atualizações nas plataformas que proporcionam aos clientes executar suas cargas de trabalho de IA em qualquer ambiente

open hybrid cloud icon

Nuvem híbrida aberta

Veja como construímos um futuro mais flexível com a nuvem híbrida

security icon

Segurança

Veja as últimas novidades sobre como reduzimos riscos em ambientes e tecnologias

edge icon

Edge computing

Saiba quais são as atualizações nas plataformas que simplificam as operações na borda

Infrastructure icon

Infraestrutura

Saiba o que há de mais recente na plataforma Linux empresarial líder mundial

application development icon

Aplicações

Conheça nossas soluções desenvolvidas para ajudar você a superar os desafios mais complexos de aplicações

Original series icon

Programas originais

Veja as histórias divertidas de criadores e líderes em tecnologia empresarial