Account Login

Os provedores de serviços estão posicionados de forma privilegiada para atender a uma nova geração de experiências, aplicações e soluções imersivas, personalizadas e ultraconfiáveis. A Ericsson e a Red Hat estão expandindo sua colaboração para validação de funções e plataformas de rede para permitir que os provedores de serviços levem seus serviços de última geração ao mercado mais rapidamente em um cenário com vários fornecedores.

Continue lendo para conhecer nossas conquistas na redução de riscos de projetos de expansão de provedores de serviço por meio de nossas colaborações técnicas para validação das plataformas da Red Hat para as funções de rede da Ericsson.

É necessário ter um plano de ação diferente quando você tem múltiplos fornecedores 

À medida que os provedores de serviços implantam o 5G, eles focam em se tornar empresas ágeis e inovadores, permitindo que eles acelerem o tempo de retorno. Ao empreender essa transformação, eles devem encontrar o equilíbrio certo entre custo, risco e o tempo necessário para lançar produtos no mercado.

A Ericsson e a Red Hat reconhecem que é necessário ter uma abordagem diferente para lidar com múltiplos fornecedores em comparação com uma abordagem de fornecedor único com soluções e gerenciamento do ciclo de vida verticalmente integrados. A construção de redes de vários fornecedores requer interoperabilidade comprovada para colher os benefícios de flexibilidade e escolha. Além do trabalho conjunto da Ericsson e da Red Hat, estamos imersos em uma colaboração de ecossistema mais ampla para simplificar a integração de diferentes tecnologias e fornecedores.

A Ericsson e a Red Hat querem liberar os provedores de serviços para se concentrarem em agregar diferenciais aos seus serviços 5G e gerar valor aos seus clientes. Temos trabalhado há muitos meses para definir o modelo operacional ideal para um cenário de vários fornecedores, de modo a orientar os clientes sobre como implantar e ajustar combinações de tecnologias Ericsson e Red Hat, economizando tempo e recursos.

Funções de rede da Ericsson em plataformas da Red Hat 

A colaboração entre a Ericsson e a Red Hat oferece aos provedores de serviços a confiança para acelerar a transformação de sua rede e reduzir o risco ao buscar uma estratégia de vários fornecedores. As plataformas de nuvem híbrida aberta da Red Hat são testadas para executar as funções de rede da Ericsson – que juntas formam uma configuração predefinida de referência – o que ajuda a simplificar a implantação de redes distribuídas. Estamos investindo significativamente em um trabalho conjunto de engenharia para preparar nossas tecnologias para a implantação comercial em um ambiente de rede exigente para provedores de serviços.

A Ericsson e a Red Hat validaram soluções prontas para implantação, empoderando os provedores de serviços com uma plataforma aberta que se estende por uma rede para vEPC, 5G Core, IMS, OSS e BSS. Nossas equipes vêm integrando as soluções de funções de rede da Ericsson com o Red Hat OpenShift e o Red Hat OpenStack Platform. Temos executado provas de conceitos (POCs) com provedores de serviços em todo o mundo e temos nossas primeiras implantações comerciais de núcleo 5G.

A Ericsson e a Red Hat estão envolvidas em vários projetos de colaboração técnica em vários estágios e maturidade. Incluindo uma colaboração para Cloud RAN, onde a Red Hat participa do Open Lab da Ericsson para inovação interativa com clientes Ericsson Cloud RAN e ecossistema de parceiros em todo o mundo.

O ponto chave em todos esses projetos de colaboração técnica é que todos eles estão aproveitando uma metodologia comum e elaborada.

Processos estabelecidos para colaborações técnicas 

Nossos projetos de colaboração técnica começam atendendo os requisitos das funções de rede da Ericsson para a infraestrutura da Red Hat, juntamente com um plano de rede predefinido e os requerimentos de computação. Isso é feito para garantir os recursos da plataforma para integrar e hospedar das funções de rede, bem como para definir conjuntamente uma primeira configuração-alvo de referência.

O processo de validação que se segue é rigoroso e completo. A configuração de referência de destino é implantada em um ambiente de laboratório de engenharia conjunto e sujeito a um extenso conjunto de casos de teste (por exemplo, integração, segurança, robustez, resiliência, automação etc.). Durante os testes, os engenheiros fazem ajustes na configuração de referência de destino, se necessário, para obter a configuração de referência validada final. Os provedores de serviços que usam a configuração de referência percebem que a implantação, a integração e a hospedagem das funções de rede se tornam mais fáceis e eficientes e têm a oportunidade de escalar com confiança. 

A linha de referência do software, os guias de implantação e os blueprints para a configuração de referência validada das funções de rede e da plataforma são totalmente documentados junto com os resultados dos casos de teste. Isso permite que os provedores de serviços, em seu papel de integrador principal, acelerem a instalação, mitiguem os riscos e limitem a necessidade de um extenso trabalho de integração do sistema.

5G Core and Cloud RAN

Os projetos nativos da nuvem para o 5G Core dual-mode da Ericsson e a Cloud RAN da Ericsson que operam no Red Hat OpenShift Container Platform atraíram um interesse significativo do mercado. O projeto de colaboração para Cloud RAN hospedado no OpenShift está em fase de execução, e o foco das nossas equipes de engenharia é preparar o OpenShift para lidar com os requisitos nativos em nuvem do Cloud RAN da Ericsson.

Já existem operações comerciais que transportam tráfego ao vivo no 5G Core dual-mode da Ericsson hospedado no OpenShift e estão previstas operações comerciais em maior escala no quarto trimestre de 2022. Embora o escopo e os desafios específicos abordados para o Core 5G e para o Cloud RAN sejam diferentes, a colaboração depende da mesma metodologia e parceria de engenharia.

Para o 5G Core dual-mode da Ericsson hospedado no OpenShift, há operações comerciais iniciais que transportam tráfego ao vivo, com disponibilidade comercial em maior escala prevista para o quarto trimestre de 2022. Embora o escopo e os desafios específicos abordados para o Core 5G e para o Cloud RAN sejam diferentes, a colaboração depende na mesma metodologia e parceria de engenharia.

5G Core dual-mode, Cloud RAN e todas as outras funções de rede nativas da nuvem (CNFs) da Ericsson são projetadas tendo como base os princípios nativos da nuvem e cumprem totalmente com os requisitos da Cloud Native Computing Foundation (CNCF), assim como o Red Hat OpenShift.

O 5G Core dual-mode da Ericsson é construído com uma arquitetura nativa em nuvem baseada em microsserviços e combina funções de rede Evolved Packet Core (EPC) e 5G Core (5GC) em uma plataforma comum multiacesso e nativa de nuvem que suporta 5G, bem como as gerações anteriores do Mobile Packet Core.É uma evolução do poderoso portfólio virtualizado da Ericsson, projetado para implantação em nuvem, que consiste em seus produtos Cloud Packet Core, Cloud Unified Data Management (UDM) e Policy and Signaling Controller.

O Ericsson Cloud RAN é uma solução de software nativa em nuvem que oferece funcionalidade RAN desagregada. Cloud RAN é uma opção viável para que os provedores de serviços tenham maior flexibilidade, entrega mais rápida de serviços e maior escalabilidade nas redes.

Pronto e configurado

Em resumo:

  • A base da colaboração entre Ericsson e Red Hat é um conjunto de projetos de colaboração técnica.

  • Gera-se valor para o cliente ao garantir que combinações selecionadas da tecnologia Ericsson e Red Hat sejam completamente testadas, otimizadas e documentadas antes da implantação em redes de provedores de serviços. 

  • Para provedores de serviços que acompanham de perto uma configuração de referência testada préviamente, ela vai reduzir a necessidade de atividades de integração de sistemas locais, reduzindo o risco do projeto e acelerando o tempo necessário para lançamentos de produtos. 

  • A Ericsson e a Red Hat assumem as responsabilidades individuais por suas respectivas parted da oferta. 

Combinando nossos pontos fortes individuais, continuamos trabalhando juntos para sermos parceiros confiáveis para provedores de serviços em sua jornada para construir redes flexíveis e abertas com múltiplos fornecedores. Não há duas empresas com o mesmo caminho, e estamos aqui para fornecer arquitetura de rede escalável e oferecer opções de escolha e agilidade aos provedores de serviços, capacitando seus negócios, independentemente de sua estratégia.

Para obter mais informações, acesse Ericsson e a Red Hat colaboram para fornecer soluções multi-fornecedores para CSPs e soluções de telecomunicações da Red Hat e Ericsson


About the authors

Måns oversees the Strategic Partnerships for the Business Area and the Ericsson Group. He has been leading Partnering at Ericsson since 2015 and has worked more than 22 years in telecommunications across the world and has been instrumental in establishing many of Ericsson’s business-critical Partnerships. Under his leadership the organization continues to develop and execute a successful outcome of the established Partnerships.

 

Read full bio

Magnus Gall is a global account director at Red Hat, the world’s leading provider of enterprise open source software solutions. Together with his team, he is responsible for building and developing successful collaborations between Red Hat and Ericsson globally, with particular focus on 5G Core and Cloud RAN.

Read full bio
Red Hat logo LinkedInYouTubeFacebookTwitter

Produtos

Ferramentas

Experimente, compre, venda

Comunicação

Sobre a Red Hat

A Red Hat é a líder mundial em soluções empresariais open source como Linux, nuvem, containers e Kubernetes. Fornecemos soluções robustas que facilitam o trabalho em diversas plataformas e ambientes, do datacenter principal até a borda da rede.

Assine nossa newsletter Red Hat Shares

Cadastre-se agora

Selecione um idioma

© 2022 Red Hat, Inc. Red Hat Summit