Login / Registre-se Account

Primeiro, o software dominou o mundo. Agora, a inteligência artificial (IA) está dominando o software.

Você já ouviu várias vezes que toda empresa é orientada pelos dados. E que eles são seus ativos mais valiosos. Inclusive, os especialistas empresariais chamam os dados de diferencial competitivo. E dizem que eles mudam as regras do jogo.

Todo mundo sabe que os dados são valiosos. Mas, ainda ficam algumas dúvidas no ar: os dados têm valores inerentes, seja qual for o desempenho da sua mineração? Eles são facilmente acessados? São inteligentemente protegidos?

Não há dados ruins, e sim processos incorretos

Podemos dizer que um ponto de dados é ruim porque fizemos as perguntas erradas ou lemos as informações incorretas. Os dados em si não representam valores: na verdade, o que é mais valioso do que eles são seus processos de coleta, transformação, resposta e aprendizado.

No contexto empresarial, você precisa verificar se as equipes estão fazendo de tudo para impulsionar o poder dos dados de um jeito novo e significativo, além de torná-los mais acessíveis, resilientes e úteis para as aplicações.

Em outras palavras, você tem os serviços certos para realmente descobrir novas possibilidades com os dados?

Do armazenamento aos dados

O armazenamento empresarial é uma necessidade que parece crescer de maneira exponencial. No entanto, boa parte dos desafios relacionados a preço/desempenho do armazenamento tradicional já foi solucionada pelo setor. O armazenamento é visto como um meio para se chegar ao objetivo. No caso, o verdadeiro valor das aplicações e dos negócios está vinculado aos serviços de dados que utilizam o armazenamento subjacente.

Todos os dias, conversamos com líderes do setor que têm dificuldades de separar as equipes de desenvolvimento e de infraestrutura. Isso acaba criando novas funções, como engenheiros de dados, que trabalham para viabilizar a comunicação entre as duas áreas. Essas funções mistas são essenciais na etapa seguinte da jornada dos dados.

Assim como uma jornada comum, estamos lidando com três lugares diferentes: um que deixamos lentamente para trás, outro que está bem à nossa frente e aquele ainda mais distante. Para capturar sua essência, vamos pensar na jornada de dados em termos de dados em repouso, em trânsito e na prática.

Containers1-Blog-thumbnail.png

Os tempos estão mudando

Um ponto importante é o surgimento dos cientistas de dados que ocupavam a função de primeira classe no ambiente empresarial. Eles não estão mais à margem da organização, evocando modelos teóricos sobre as coisas. A ciência dos dados acontece aqui e agora. O maior desafio desses profissionais não são as partes relacionadas à ciência, e sim a colaboração com outras pessoas para alcançar um objetivo comum.

Vejamos um exemplo importante de como a dualidade dos serviços de dados tem uma função. Os serviços de dados northbound oferecem uma camada de abstração às equipes de desenvolvimento de apps e de ciência dos dados, e até mesmo aos CDOs (diretores de dados), para orquestrar com facilidade grandes conjuntos de dados desorganizados. Assim, esses profissionais podem criar inovações com os colegas ultrapassando as barreiras organizacionais e geográficas. Já os serviços de dados southbound mantêm toda a estrutura longe dos desenvolvedores, mas totalmente disponível aos administradores de armazenamento e arquitetos de infraestrutura para que eles ajustem o mecanismo de acordo com as necessidades.

O mais importante disso tudo é que os serviços de dados são perfeitos para os ecossistemas abertos, o que é fundamental no DNA de uma cultura open source. No contexto atual, os líderes de TI querem liberdade para escolher as ferramentas mais eficientes para solucionar seus problemas, em vez de lidar com soluções muito dogmáticas, fechadas e de finalidade única.

Descubra novas possibilidades com seus dados

Se você perdeu as novidades da primeira parte do Red Hat Summit realizado em abril, veja os últimos anúncios relacionados ao Red Hat OpenShift Data Science e aos nossos serviços de nuvem gerenciados. Vamos adorar contar com sua participação na edição de junho do Red Hat Summit, que terá muitas outras sessões técnicas e oportunidades para ouvir os casos de sucesso dos clientes.


About the author

Irshad Raihan is the Director of Product Marketing for Red Hat Cloud Storage and Data Services, responsible for strategy, thought leadership, and go-to-market execution. Previously, he held senior product marketing and product management positions at HPE and IBM for big data and data management products.

Raihan holds an MBA from Carnegie Mellon University and a Masters in Computer Science from Clemson University. He is based in Northern California.