Pesquisar
Português
Português

Selecione um idioma

Login Account
Login / Registre-se Account
Websites
EX210

Exame Red Hat Certified System Administrator in Red Hat OpenStack

Local

Formato Veja as opções

Leia o depoimento de outros alunos no Red Hat Learning Community

Visão geral

Descrição do exame

O exame Red Hat Certified System Administrator in Red Hat OpenStack (EX210) testa se o candidato tem as habilidades, aptidões e conhecimentos necessários para criar, configurar e gerenciar clouds privadas usando o Red Hat® Enterprise Linux® e o Red Hat® OpenStack Platform. O exame valida as habilidades, aptidões e conhecimentos necessários para criar, configurar e gerenciar clouds privadas usando essas plataformas.

Ao ser aprovado nesse exame, você receberá a credencial Red Hat Certified System Administrator in Red Hat Openstack, que também poderá ser aproveitada na obtenção da certificação Red Hat Certified Architect (RHCA®).

Esse exame é baseado no Red Hat OpenStack Platform 13.0.

Público para este exame

Pré-requisitos para o exame

Objetivos

Tópicos de estudo para o exame

Para obter a certificação Red Hat Certified System Administrator in Red Hat OpenStack, o candidato precisará validar as habilidades na realização das seguintes tarefas:

  • Compreensão e trabalho com implantações baseadas em diretor
    • Use arquivos de ambiente de identidades para conectar-se com a undercloud.
    • Use arquivos de ambiente de identidades para conectar-se com a overcloud.
    • Use arquivos de modelo, arquivos de ambiente e outros recursos para obter informações sobre um ambiente OpenStack.
    • Trabalhe com serviços em containers.
  • Configuração de domínios do OpenStack
    • Crie projetos.
    • Crie grupos.
    • Crie usuários.
    • Gerencie cotas.
  • Criação de recursos
    • Crie flavors de máquinas virtuais.
    • Adicione imagens existentes a uma overcloud.
    • Crie grupos de segurança.
    • Crie pares de chaves.
  • Configuração de rede
    • Crie e atribua redes a projetos.
    • Configure roteadores de rede.
    • Configure redes definidas por software.
    • Trabalhe com Open Virtual Networks.
  • Configuração de endereços IP flutuantes
    • Configure uma instância para usar um endereço IP flutuante.
    • Configure um serviço para ser acessível por meio de um endereço IP flutuante.
  • Gerenciamento do armazenamento de blocos
    • Crie um volume de armazenamento de blocos.
    • Vincule volumes de armazenamento de blocos a uma instância.
    • Faça um snapshot de um volume de armazenamento.
  • Trabalho com o Red Hat® Ceph Storage
    • Configure o Ceph Storage.
    • Monitore o Ceph Storage.
    • Diagnostique e solucione problemas do Ceph Storage.
  • Trabalho com o armazenamento de objetos
    • Crie um container do Swift.
    • Utilize um container do Swift.
  • Trabalho com armazenamento compartilhado
    • Crie sistemas de arquivos compartilhados.
    • Configure instâncias para usar sistemas de arquivos compartilhados.
  • Gerenciamento de instâncias
    • Inicie instâncias.
    • Associe instâncias a redes e projetos especificados.
    • Use pares de chave para se conectar às instâncias.
    • Configure uma instância durante a implantação.
  • Criação de um stack do Heat
    • Crie um modelo do Heat.
    • Diagnostique e corrija um modelo danificado do Heat.
    • Inicie um stack do Heat.
  • Trabalho com imagens
    • Modifique uma imagem existente.
    • Crie e associe flavors a imagens personalizadas.
    • Inicie uma instância a partir de uma imagem personalizada.
    • Inicie uma instância em um segundo nó de computação.
  • Trabalho com serviços do OpenStack
    • Gerencie tokens do Identity Service.
    • Ative o rastreamento no RabbitMQ.
    • Exiba estatísticas usando o Ceilometer.

Como em todos os exames da Red Hat baseados em desempenho, o critério é que as configurações devem se manter após a reinicialização sem intervenção.

O que você precisa saber

Preparação

Recomendamos aos candidatos que façam os cursos Red Hat OpenStack Administration I: Core Operations for Cloud Operators (CL110) e Red Hat OpenStack Administration II: Infrastructure Configuration for Cloud Administrators (CL210) como auxílio na preparação para o exame. A participação no curso não é obrigatória, a realização do exame é facultativa.

Embora a participação nas aulas da Red Hat possam ser uma parte importante da sua preparação, isso não garante a aprovação no exame. Experiência anterior, prática e aptidão natural também são fatores importantes para o sucesso.

Existe vasta literatura, além de outros recursos sobre administração de sistemas para soluções Red Hat. Não reconhecemos nenhum desses materiais como guias de preparação para os exames. Porém, a leitura adicional pode ser útil para aprofundar a sua compreensão.

Formato do exame

Esse exame é uma avaliação baseada em desempenho relativo às habilidades e ao conhecimento sobre o Red Hat OpenStack. Os candidatos serão solicitados a realizar uma série de tarefas de administração de sistema voltadas à configuração e administração de uma cloud OpenStack e serão avaliados quanto ao cumprimento dos critérios específicos propostos. Nos exames baseados em desempenho, os candidatos devem executar tarefas semelhantes às que realizam no trabalho. O exame consiste em uma única sessão com duração de quatro horas.

Pontuações e relatórios

As pontuações oficiais dos exames são provenientes exclusivamente da Central de Certificação Red Hat. A Red Hat não autoriza os examinadores ou os parceiros de treinamento a informarem os resultados diretamente aos candidatos. As pontuações no exame são normalmente divulgadas em três dias úteis (EUA).

Os resultados do exame são informados como pontuações por seção. A Red Hat não divulga o desempenho em itens individuais nem fornece informações adicionais mediante solicitação.

Próximo exame ou curso recomendado

Destinados a engenheiros de cloud híbrida que desejam saber mais sobre o Red Hat® CloudForms e se tornar um arquiteto de cloud.

Destinado a administradores do OpenStack que desejam saber mais sobre o Red Hat Ceph Storage e se tornar um engenheiro de sistemas de rede.