Pesquisar

Português

Português

Selecione um idioma

Login Account

Login / Registre-se Account

Websites

EX447

Red Hat Certified Specialist in Advanced Automation: Ansible Best Practices exam

Local

Formato Veja as opções

Leia o depoimento de outros alunos no Red Hat Learning Community

Visão geral

Descrição do exame

O exame Red Hat Certified Engineer Specialist in Advanced Automation: Ansible Best Practices (EX447) é uma avaliação baseada em desempenho que testa seu conhecimento e sua habilidade de gerenciar vários sistemas usando o Red Hat® Ansible® Engine e o Red Hat Ansible Tower.

Ao ser aprovado nesse exame, você receberá a credencial de Red Hat Certified Specialist in Advanced Automation: Ansible Best Practices, que também poderá ser usada para obter a certificação Red Hat Certified Architect (RHCA®).

Esse exame é baseado no Red Hat Enterprise Linux 8.0, no Red Hat Ansible 2.8 e no Red Hat Ansible Tower 3.5.

Público-alvo

O exame Red Hat Certified Specialist in Advanced Automation: Ansible Best Practices é interessante para qualquer profissional que queira demonstrar ter amplo conhecimento e compreensão das práticas recomendadas do Ansible, ser capaz de aplicar o Ansible em projetos maiores e mais complexos e saber utilizar o Ansible Tower. Profissionais que podem se interessar pelo exame:

  • Administradores de sistemas Linux experientes
  • Engenheiros DevOps
  • Administradores de nuvens
  • Outros profissionais de TI

Pré-requisitos para o exame

Objetivos

Tópicos de estudo para o exame

Você deverá ser capaz de executar os grupos de tarefas abaixo sem assistência:

  • Compreender e utilizar do Git
    • Clonar um repositório Git
    • Atualizar, modificar e criar arquivos em um repositório Git
    • Adicionar os arquivos modificados ao repositório Git
  • Gerenciar variáveis de inventário
    • Estruturar variáveis de host e grupo usando múltiplos arquivos por host ou grupo
    • Utilizar variáveis especiais para substituir um host, uma porta ou um usuário remoto usado pelo Ansible de um host específico
    • Configurar diretórios com vários arquivos de variável de host para alguns de seus hosts gerenciados.
    • Substituir o nome usado no arquivo de inventário por um endereço IP ou nome diferente.
  • Gerenciar a execução de tarefas
    • Controlar a execução de privilégios
    • Executar tarefas selecionadas
  • Transformar dados por meio de filtros e plug-ins
    • Preencher variáveis com dados de fontes externas usando plug-ins de pesquisa
    • Usar as funções de pesquisa e consulta a dados de modelos de fontes externas em playbooks e arquivos de modelos implantados
    • Implementar loops usando estruturas diferentes de listas simples utilizando filtros e plug-ins de pesquisa
    • Inspecionar, validar e manipular variáveis contendo informações do sistema de rede por meio de filtros
  • Delegar tarefas
    • Execute uma tarefa para um host gerenciado em um host diferente. Depois, verifique se os fatos coletados pela tarefa foram delegados para o host gerenciado ou para o outro host.
  • Instale o Ansible Tower
    • Faça a configuração básica do Ansible Tower após a instalação.
  • Gerencie acesso ao Ansible Tower
    • Crie usuários e equipes do Ansible Tower, e faça associações entre eles
  • Gerencie inventários e credenciais
    • Gerencie inventários avançados
    • Crie um inventário dinâmico a partir de um servidor de gerenciamento de identidades ou servidor de banco de dados
    • Crie credenciais de máquina para acessar hosts de inventário
    • Crie uma credencial de controle de fontes
  • Gerencie projetos
    • Crie um modelo de tarefa
  • Gerencie de os fluxos de trabalho da tarefa
    • Crie um modelo de fluxo de trabalho para a tarefa
  • Trabalhe com a API do Ansible Tower
    • Escreva um scriptlet de API para iniciar uma tarefa.
  • Faça o backup do Ansible Tower
    • Faça o backup de uma instância do Ansible Tower

Como em todos os exames da Red Hat baseados em desempenho, o critério é que as configurações devem se manter após a reinicialização, sem intervenção.

O que você precisa saber

Preparação

A Red Hat recomenda que os candidatos considerem fazer o curso Advanced Automation: Ansible Best Practices (DO447) como auxílio na preparação para o exame.

A participação nos cursos não é obrigatória. É possível optar por fazer somente o exame.

Embora a participação nas aulas da Red Hat possam ser uma parte importante da sua preparação, isso não garante a aprovação no exame. Experiência anterior, prática e aptidão natural também são fatores importantes para o sucesso.

Há diversos livros e outros recursos sobre administração de sistemas para soluções Red Hat disponíveis. A Red Hat não reconhece nenhum desses materiais como guias de preparação para os exames. Porém, a leitura adicional pode ser útil para aprofundar a sua compreensão.

Formato do exame

Este exame prático exige que o candidato execute tarefas reais. Forneceremos um ou mais sistemas virtuais e os candidatos deverão executar tarefas semelhantes às que realizam no trabalho. Os candidatos não terão acesso à Internet durante o exame e não é permitido levar qualquer documentação em cópia impressa ou eletrônica, incluindo notas, livros ou quaisquer outros materiais. Na maioria dos exames, a documentação enviada com a solução é disponibilizada.

Pontuações e resultados

As pontuações oficiais dos exames são fornecidas exclusivamente pela Central de Certificação Red Hat. A Red Hat não autoriza os examinadores ou os parceiros de treinamento a informarem os resultados diretamente aos candidatos. Os resultados do exames, normalmente, são divulgados em até três dias úteis (EUA).

Os resultados do exame são divulgados como pontuações totais. A Red Hat não divulga o desempenho em itens individuais nem fornece informações adicionais mediante solicitação.

Próximo exame ou curso recomendado