Red Hat OpenShift Application Runtimes

Recursos e benefícios

Crie aplicações de maneira rápida e fácil

O Red Hat® OpenShift Application Runtimes oferece uma experiência introdutória fácil e rápida por meio do serviço de inicialização baseado em web. Esse serviço acelera o desenvolvimento nativo da cloud no Red Hat OpenShift. Você poderá criar aplicações de exemplo de forma descomplicada, por meio de recursos denominados boosters. Além disso, você poderá criar e implantar os boosters no OpenShift com facilidade.

Para usar o serviço de inicialização:

  • Acesse developers.redhat.com/launch
  • Escolha o seu ambiente de execução e a missão da sua aplicação
  • Implante de maneira automática ou manual no OpenShift
Red Hat OpenShift Application Runtimes launch service

Recursos e benefícios

Desenvolvimento mais simples

O Red Hat OpenShift Application Runtimes simplifica o desenvolvimento de aplicações nativas da cloud. Ele integra os recursos do OpenShift ao modelo de programação de vários ambientes de execução, inclusive detecção de serviços, configurações exteriorizadas e tolerância a falhas. Com o Red Hat OpenShift Application Runtimes, você pode criar APIs HTTP, interoperá-las com um banco de dados e implementar padrões de verificação de integridade para acelerar o desenvolvimento de aplicações.

Automação e integração DevOps

Por ser integrado ao OpenShift, o Red Hat OpenShift Application Runtimes fornece aos desenvolvedores uma plataforma de autosserviço para provisionamento, criação e implantação de aplicações e seus componentes. O Red Hat OpenShift Application Runtimes é integrado a ferramentas de integração e entrega contínuas (CI/CD), como Git, Maven e Jenkins. Ele fornece a segurança necessária para otimizar fluxos de trabalho do Kubernetes, além de habilitar o balanceamento de carga e recursos de escalabilidade automática com controle e automação baseados em política.

Desenvolvimento reativo com Vert.x e Node.js

O Eclipse Vert.x é uma estrutura de aplicações orientadas por eventos para várias linguagens que é executada em máquinas virtuais Java. Já o Node.js é um ambiente de execução em JavaScript. Ambos ajudam a criar aplicações reativas e distribuídas, além de fornecer um modelo de desenvolvimento E/S sem bloqueio e orientado por eventos, o que os torna leves e eficientes. Além disso, eles possibilitam a criação de aplicações responsivas e com capacidade para lidar com um grande número de usuários e eventos simultâneos. Ajuste a escala com facilidade ao adicionar ou remover nós. Assim, suas aplicações continuarão responsivas.

Desenvolvimento Java inicializável do tamanho certo com Wildfly Swarm

O WildFly Swarm tem o que é necessário para desenvolver e executar aplicações Java EE ao empacotar bibliotecas de ambientes de execução do servidor junto com o código da aplicação. Ele acelera a transição de monólitos para microsserviços porque é compatível com MicroProfile e aproveita a experiência em Java EE que já faz parte do padrão do setor.

Flexibilidade estratégica

O Red Hat OpenShift Application Runtimes é compatível com vários ambientes de execução, linguagens, estruturas e arquiteturas. Sua interoperabilidade certificada com o Red Hat JBoss® Middleware oferece a flexibilidade para escolher a combinação certa de serviços para a sua aplicação. As aplicações desenvolvidas com o Red Hat OpenShift Application Runtimes em containers proporcionam o fim da dependência de fornecedor, pois são compatíveis com configurações de cloud híbrida.

Mais ambientes de execução para desenvolvimento em Java EE, Java Web e JavaScript

O Red Hat OpenShift Application Runtimes oferece a flexibilidade que os desenvolvedores precisam para selecionar os ambientes de execução certos para cada forma de desenvolvimento.

Node.js: o Node.js fornece uma plataforma confiável para criar, hospedar e escalar aplicações Javascript no lado do servidor que usam tecnologias open source.

Red Hat JBoss Enterprise Application Platform (EAP): o JBoss EAP é um ambiente de execução de aplicações open source, baseado em Java EE e líder do setor empregado na criação, implantação e execução de aplicações e serviços Java altamente transacionais.

Red Hat JBoss Web Server: o Red Hat JBoss Web Server é um container Tomcat incorporado para uso com aplicações Spring Boot.