EX316

Red Hat Certified Specialist in OpenShift Virtualization ExamRed Hat Certified Specialist in OpenShift Virtualization (EX316)

Visão geral

Descrição do exame

Com o Red Hat Certified Specialist in OpenShift Virtualization exam (EX316), você testa os conhecimentos, as habilidades e a capacidade de planejar, executar e gerenciar máquinas virtuais usando o operador do Red Hat OpenShift Virtualization em um ambiente do Red Hat OpenShift Container Platform.

A aprovação no exame concede a credencial Red Hat Certified Specialist in OpenShift Virtualization, que também pode ser aproveitada para conquistar a certificação Red Hat Certified Architect (RHCA®).

Os objetivos listados deste exame são baseados na versão mais recente disponível da solução Red Hat. Clique em “Comece agora mesmo” para ver todas as versões disponíveis deste exame para compra.

Público-alvo

  • Engenheiros de cluster e confiabilidade de sites (SREs), além de administradores de sistema e de nuvem. O curso também é para engenheiros de nuvem que trabalham no planejamento, criação e implementação de máquinas virtuais de nível de produção em clusters do OpenShift e que precisam assegurar a conformidade dessas máquinas com os padrões empresariais

Pré-requisitos do curso

Objetivos

Tópicos de estudo para o exame

Para ajudar você a se preparar, os objetivos do exame ressaltam as áreas abordadas no exame. A Red Hat se reserva no direito de incluir, modificar e remover objetivos do exame. Essas alterações serão divulgadas com antecedência.

Os candidatos precisam ser capazes de realizar as seguintes tarefas:

  • Implantar o operador do OpenShift Virtualization
    • Entender como funcionam os componentes do Red Hat OpenShift Virtualization
    • Implantar o operador do Red Hat OpenShift Virtualization usando o Red Hat OpenShift Container Platform Operator Lifecycle Management
  • Executar e acessar máquinas virtuais
    • Entender como é o provisionamento de máquinas virtuais usando o operador do Red Hat OpenShift Virtualization
    • Gerenciar máquinas virtuais na interface web ou linha de comando
    • Permitir que diversos usuários acessem diferentes recursos de máquina virtual
  • Configurar a rede do Kubernetes nas máquinas virtuais
    • Entender a comunicação das máquinas virtuais na SDN do Kubernetes
    • Criar políticas de rede e serviços do ClusterIP nas máquinas virtuais
    • Configurar o acesso externo nas máquinas virtuais
  • Conectar máquinas virtuais a redes externas
    • Entender o plug-in Multus CNI e os casos de uso relacionados
    • Configurar máquinas virtuais e nós com multihome usando o operador NMstate e o Multus
  • Configurar o armazenamento do Kubernetes nas máquinas virtuais
    • Configurar os serviços apropriados do armazenamento persistente da máquina virtual
    • Vincular discos a uma máquina virtual
    • Desvincular discos de uma máquina virtual
    • Conectar máquinas virtuais ao armazenamento externo usando o Multus
  • Gerenciar templates de máquina virtual
    • Usar e modificar templates pré-configurados para provisionar máquinas virtuais
    • Gerar templates personalizados para provisionar máquinas virtuais
    • Gerenciar o cloud-init nos templates com a adição de credenciais de acesso e repositórios e a execução de comandos arbitrários
  • Gerenciar snapshots de máquina virtual
    • Entender como é a criação e gerenciamento de snapshots de máquinas virtuais
    • Criar um snapshot de uma VM
    • Restaurar uma VM a partir de um snapshot
  • Clonar máquinas virtuais
    • Preparar as máquinas virtuais para clonagem
    • Clonar máquinas virtuais usando o console web do OpenShift
    • Clonar os discos das máquinas virtuais usando volumes de dados
  • Realizar migrações ao vivo de máquinas virtuais
    • Entender as limitações da migração ao vivo de máquinas virtuais
    • Configurar máquinas virtuais para que tenham afinidade em determinados nós
    • Entender como iniciar, monitorar e cancelar as migrações de máquinas virtuais
  • Realizar a manutenção dos nós e as atualizações do OpenShift Virtualization
    • Configurar os recursos de manutenção de nós
    • Preparar os nós para manutenção usando a CLI
    • Drenar os nós corretamente para que sejam colocados no modo de manutenção
  • Gerenciar o balanceamento de carga das máquinas virtuais com os recursos de rede do Kubernetes
    • Configurar o balanceamento de carga das máquinas virtuais com os recursos de rede do Kubernetes
    • Criar e configurar serviços do tipo NodePort
    • Criar rotas personalizadas para expor serviços genéricos
  • Configurar sondagens de integridade nas máquinas virtuais
    • Configurar e atualizar os parâmetros da estratégia de execução
    • Configurar sondagens e dispositivos watchdog para monitorar a integridade e a capacidade de resposta de uma máquina virtual e seus serviços
  • Preparar as máquinas virtuais para falhas em nós
    • Determinar as estratégias de despejo usadas para sobreviver à perda de nós de cluster
    • Entender como são usados seletores de nó, afinidade, antiafinidade, tolerâncias e taints
    • Usar o monitoramento watchdog e as verificações de integridade nas aplicações e nós da máquina virtual

O que você precisa saber

Preparação

A Red Hat recomenda que você faça o curso Managing Virtual Machines with Red Hat OpenShift Virtualization (DO316) como preparação para este exame.

Formato do exame

O exame consiste em uma única sessão com duração de até quatro horas. Este é um exame baseado em desempenho que avalia as habilidades dos candidatos ao implementar o operador e as máquinas virtuais do Red Hat OpenShift Virtualization em um cluster do OpenShift Container Platform. Os candidatos executam diversas tarefas rotineiras semelhantes àquelas de um ambiente de em larga escala. Será avaliado se essas tarefas atenderam aos critérios de objetivos específicos. Não será disponibilizado acesso à Internet durante o exame nem será permitido levar qualquer documentação em cópia impressa ou eletrônica, incluindo anotações, livros ou outros materiais. Na maioria dos exames, a documentação enviada com a solução é disponibilizada durante o exame.

Público e pré-requisitos

Público-alvo

  • Engenheiros de cluster e confiabilidade de sites (SREs), além de administradores de sistema e de nuvem. O curso também é para engenheiros de nuvem que trabalham no planejamento, criação e implementação de máquinas virtuais de nível de produção em clusters do OpenShift e que precisam assegurar a conformidade dessas máquinas com os padrões empresariais

Pré-requisitos do exame