Pesquisar
Português
Português

Selecione um idioma

Login Account
Login / Registre-se Account
Websites

Caso de sucesso

BP moderniza a infraestrutura e adota o DevOps com uma plataforma de autosserviço

bp

Informações gerais

Setor: petróleo e gás
Região: Europa, Oriente Médio e África
Local: Londres, Inglaterra
Porte da empresa: 74.000 funcionários em mais de 70 países

O Red Hat OpenShift Container Platform permite gerenciar dezenas de milhares de microsserviços com segurança e em escala. Eu não conheço outras plataformas em container que possam fazer isso com a segurança que o OpenShift oferece.

PAUL COSTALL, CHEFE DE SERVIÇOS DE ENGENHARIA DE APLICAÇÕES, BP

Sobre a empresa

A BP é uma empresa global de energia que prospecta e extrai petróleo e gás, além de fabricar e distribuir combustíveis, lubrificantes e petroquímicos – sempre com foco em reduzir a emissão de carbono e proteger o planeta. Ela precisava de uma infraestrutura de tecnologia moderna e confiável para acelerar o desenvolvimento e a implantação de aplicações. A empresa fez uma parceria com a Red Hat para simplificar e modernizar tecnologias e processos, aumentando a segurança e a agilidade e acelerando o provisionamento de 2 a 3 semanas para 7 minutos.

Vencedor do Red Hat Innovation Awards em 2019

O caminho para o sucesso

Desafio: modernizar a complexa infraestrutura de tecnologia

A BP tinha uma abordagem de gerenciamento operacional complicada, com centenas de equipes de produção usando modelos de entrega variados. Isso afetava o desenvolvimento e a implantação de aplicações. Para cumprir o desafio de reduzir as emissões de poluentes e suprir a demanda global de energia, a BP queria explorar uma infraestrutura com tecnologia open source robusta e moderna que pudesse operar globalmente e ser acessada por centenas de usuários de negócios e milhões de usuários finais. "Queríamos desenvolver uma plataforma estratégica para oferecer suporte e acelerar o desenvolvimento interno desde a etapa inicial de pesquisa e inovação até a produção", disse Paul Costall, chefe de serviços de engenharia de aplicações da BP.

Solução: criar uma plataforma de autosserviço e uma cultura de DevOps

Para simplificar os processos e aumentar a produtividade, a BP usou o Red Hat® OpenShift® Container Platform rodando no Amazon Web Services (AWS) para criar uma transportadora digital de serviços de engenharia de aplicações. Essa plataforma permite a automação dos processos, fortalecendo as equipes de entrega de soluções com recursos de autosserviço, abordagem de DevOps e pipeline de integração e entrega contínuas (CI/CD). "A combinação de microsserviços, containers e uma plataforma de CI/CD totalmente automatizada entrega tudo aquilo que os desenvolvedores desejam há anos", afirmou Paul. "Agora, eles têm um autosserviço completo para fazer alterações o mais rápido possível, desde a ideia inicial, passando pela inovação e chegando à etapa de produção."

Resultados: aumento da agilidade e da segurança, com redução do time to market. Tudo em escala

Com a plataforma de transporte digital, a BP consegue provisionar um novo ambiente em apenas 7 minutos, em vez de 2 a 3 semanas. Isso ajuda os desenvolvedores a inovarem com rapidez e oferecerem mais suporte aos objetivos de negócios. A nova plataforma também executa verificações de segurança em cada versão e container, em vez de fazer exames estáticos apenas em momentos importantes do projeto. "O Red Hat OpenShift Container Platform permite gerenciar dezenas de milhares de microsserviços com segurança e em escala," revelou Costall. "Eu não conheço outras plataformas de containers que possam fazer isso com a segurança que o OpenShift oferece." Além disso, a plataforma capacita as equipes de DevOps para o autosserviço. "Nós acreditávamos que havia a equipe de negócios, a de arquitetura, a de desenvolvimento e a de suporte", disse Bruno Rothgiesser, arquiteto de soluções digitais da BP. "Agora há somente uma equipe, que cria recursos digitais e de software em conjunto. Essa foi uma transformação importante e positiva no modo como trabalhamos."

A força da parceria com a Red Hat vem da colaboração mútua e de seu entendimento dos nossos problemas em toda sua complexidade. A combinação de conhecimento e mentalidade aberta é a essência dessa relação.

ED ALFORD, VICE-PRESIDENTE DE TRANSFORMAÇÃO DIGITAL, BP