Contato
Account Login
Red and white illustration with code symbol in the center
Jump to section

Automação na edge com o Red Hat Ansible Automation Platform

Copiar URL

A automação na edge com o Red Hat® Ansible® Automation Platform migra cargas de trabalho do data center para dispositivos da edge que dependem delas. A automação de cargas de trabalho da edge simplifica tarefas de TI, diminui gastos operacionais e proporciona experiências mais tranquilas para clientes em arquiteturas de edge altamente distribuídas.

O Red Hat Ansible Automation Platform oferece a flexibilidade para atender aos espaços físicos muitas vezes limitados e requisitos de energia das implantações de edge. Ele oferece uma visão consistente e única em locais de edge e data centers principais e ambientes de nuvem, o que permite que as equipes de operações gerenciem com confiança centenas a milhares de sites, dispositivos de rede e clusters.

A edge computing aproxima a capacidade de processamento às fontes de dados, em geral em vários locais, permitindo que as empresas melhorem o desempenho da TI e a experiência de usuário. Essa estratégia permite que organizações implantem aplicações sensíveis à latência, coletem dados de dispositivos IoT e criem sites resilientes capazes de operar mesmo ao perder conexão com o data center ou nuvem.

Por conta desses benefícios, a edge computing escala o nível de operações em vários ambientes. Isso gera os seguintes desafios:

  • Escalabilidade: implantações de edge que, em geral precisam ser gerenciadas em locais onde talvez haja pouco pessoal de TI.
  • Interoperabilidade: implantações de edge que, em geral, dependem de tecnologias de hardware e software que nem sempre trabalham bem juntas. As arquiteturas de edge também podem precisar interagir com várias ofertas de nuvens públicas, pois mais organizações usam a abordagem de multicloud para o armazenamento de dados.
  • Variabilidade: os sites de edge podem variar em tamanho, conectividade à rede e uso de energia, até dentro da mesma organização.

Para gerenciar aglomerados de sites de edge computing e fluxos de dados gerados por eles, as organizações estão adotando a automação para facilitar o gerenciamento da escalabilidade, provisionamento e infraestrutura.

Person working on their laptop

Qual a diferença entre o Ansible e o Red Hat Ansible Automation Platform?

A automação da TI, também chamada de automação da infraestrutura, usa softwares para criar instruções e processos reproduzíveis que reduzem a interação humana com os sistemas de TI. A plataforma de automação adequada, instalada e executada no local correto, pode aprimorar o provisionamento de TI, o gerenciamento de configurações, a aplicação de patches, a orquestração de aplicações, a segurança e a conformidade.

Para ver melhor esses benefícios da automação, o software de automação precisa ser executado o mais próximo possível ao que está sendo automatizado. Tarefas de automação iniciadas em um data center nos EUA terão execução mais lenta no Japão do que em um prédio baseado em solo americano. Quanto mais perto estiver o software de automação do local físico de execução (mesmo prédio, sala, rack ou fileira), mais rápida será a automação. 

Quando a automação é implementada na edge de uma rede, as transações podem ser aceleradas. Embora a aceleração viabilizada pela automação de uma única transação seja medida só por segundos, às vezes até mesmo microssegundos ou nanossegundos, esses segundos são importantes. 

Por exemplo, cada vez mais parques temáticos usam pulseiras inteligentes. Com essas pulseiras, os visitantes podem acessar o transporte, os restaurantes e as lojas do parque, além de guardar lugar em filas. Tudo isso para melhorar a experiência deles. No entanto, esses benefícios só são possíveis com a verificação da pulseira, o que nos leva ao hardware de edge, onde o software de automação pode ser executado. É possível automatizar o gerenciamento operacional, a aplicação de patches e a orquestração, feitos antigamente de maneira manual em um dispositivo por vez. Isso economiza recursos e oferece uma experiência ao cliente mais simples.

Illustration of lightbulb, watch, camera and phone looped together

Relatório da IDC

Automação na reta final: garantia de consistência e escalabilidade na edge

O Red Hat Ansible Automation Platform automatiza as cargas de trabalho da edge assim como as do banco de dados e do lado do servidor. Como o Red Hat® Enterprise Linux® e o Red Hat® OpenShift® são otimizados para implantações na edge, o Red Hat Ansible Automation Platform pode ser executado como solução com suporte completo no nosso sistema operacional Linux® ou na plataforma de orquestração de containers na edge da rede.

O Ansible Automation Platform usa blueprints de tarefas de automação chamados playbooks. Os Ansible playbooks são frameworks que podem programar aplicações da edge, serviços e nós de servidor.  O Ansible Automation Platform sempre é executado como nó de controle, onde as tarefas de automação também são executadas. Assim, equipes de TI podem automatizar pontos de venda, pontos de acesso ao wi-fi, roteadores de rede, sistemas de criação de incidentes, dispositivos de IoT ou qualquer coisa com uma interface de programação de aplicações (API) ou sistema operacional Linux. 

O Ansible Automation Platform escala a automação para a edge com a automation mesh, uma rede overlay multidirecional e de múltiplos saltos que distribui automação em redes restritas, como DMZs e VPCs, para endpoints remotos que não estão diretamente conectados à plataforma. A automation mesh:

  • Escala o controle e a capacidade de execução de forma independente, entregando a automação mais próximo aos endpoints que precisam dela, com pouco ou nenhum downtime.
  • Reduz os recursos da plataforma em geral e a sobrecarga associada ao gerenciamento de vários clusters isolados.
  • Inclui funcionalidades nativas, como nós de hop, que diminuem a dependência de ferramentas externas.
  • Executa verificações de integridade em nós e, se o nó não estiver saudável, roteará tarefas de automação para nós saudáveis.
  • Inclui funcionalidades de segurança, como listas de controle de acesso (ACL) e autenticação e criptografia TLS.

O Red Hat Ansible Automation Platform oferece a flexibilidade para atender aos espaços físicos muitas vezes limitados e requisitos de energia dos sites de edge enquanto gerencia ambientes on-premise e de nuvem. Isso permite que as organizações gerenciem as cargas de trabalho mais exigentes de hoje e, evoluam, à medida que a estratégia de negócios muda, para atender às necessidades futuras.

Toda implantação é única, de data centers principais e nuvem a locais de edge. Com serviços e suporte em escala empresarial, a abordagem open source da Red Hat oferece os recursos, flexibilidade e know-how necessários para superar desafios operacionais em sites de edge e dar vida a casos de uso de edge.

Leia mais

Artigo

Como automatizar migrações com o Red Hat Ansible Automation Platform

O Red Hat Ansible Automation Platform possibilita a automação de um dos processos mais complicados e demorados do departamento de TI: a migração.

Artigo

Noções básicas do Ansible

O Ansible automatiza processos de TI como provisionamento e gerenciamento de configuração. Conheça as noções básicas do Ansible com esta introdução aos principais conceitos.

Artigo

O que é um Ansible playbook?

Um Ansible playbook é um blueprint de tarefas de automação executadas em hosts.

Leia mais sobre o Ansible

Soluções Red Hat

Uma plataforma com suporte completo para implementar a automação em escala, de ponta a ponta.

Os consultores estratégicos da Red Hat fornecem uma visão geral da sua organização, analisam os desafios e ajudam a superá-los com soluções abrangentes e econômicas.

Conteúdo adicional

Ebook

A empresa automatizada: unifique pessoas e processos

Vídeo - The Source TV

Automação

A automação é fundamental para acelerar a entrega de serviços e minimizar o risco de erro humano

Treinamentos Red Hat

Treinamento gratuito

Ansible Basics: Automation Technical Overview

Treinamento gratuito

Red Hat Ansible Automation for SAP

Illustration - mail

Quer receber mais conteúdo deste tipo?

Cadastre-se para receber a nossa newsletter Red Hat Shares.