Login / Registre-se Account

Abordagem da Red Hat sobre o Kubernetes

27 de abril de 2020   |   Tempo de leitura: 8 minutos

A arquitetura de software é o ativo mais importante para o futuro da sua empresa. Por meio dessa arquitetura, você pode oferecer novas experiências aos clientes, entrar em novos mercados e adaptar-se às condições em constante mudança. O sucesso da sua empresa está baseado na escolha correta dos ambientes de nuvem, bem como na padronização do desenvolvimento e das operações nessas nuvens.

Ignorar a padronização pode impactar negativamente o planejamento da nuvem híbrida. A pergunta a se fazer nesse momento é: em qual plataforma de nuvem você deseja apostar o futuro da sua empresa?

A força da comunidade open source tornou o Kubernetes a plataforma padrão para executar aplicações baseadas em container em todas as nuvens. O Kubernetes é um projeto open source independente que funciona como uma ferramenta eficaz para gerenciamento de containers. No entanto, ele alcança todo seu potencial como plataforma de nuvem híbrida empresarial quando integrado a um ecossistema complementar de ferramentas nativas em nuvem. Resumindo, o uso isolado do Kubernetes não é suficiente para garantir o sucesso na nuvem híbrida.

Devido à dificuldade de navegar em um ecossistema nativo em nuvem, especialmente o do Kubernetes, há uma grande demanda por plataformas de desenvolvimento que sejam fáceis de administrar e que entreguem aplicações em containers gerenciados pelo Kubernetes.

OMDIA

Tendências para 2020: desenvolvimento nativo em nuvem

A abordagem da Red Hat nos últimos 6 anos tem sido a de transformar o Kubernetes de uma ferramenta útil de container em uma plataforma que sirva como a base para as arquiteturas de nuvem híbrida. A Red Hat participa ativamente do projeto open source como um dos principais contribuidores visando desenvolver as melhores práticas, ferramentas e integrações nativas em nuvem para apoiar a adoção empresarial do Kubernetes.

Kubernetes video still

Padronização e automação da plataforma Kubernetes

A padronização pode não chamar muita atenção, mas é a base de praticamente todas as inovações em TI. Para fazer entregas contínuas de novos softwares em nuvem híbrida, você deve fornecer uma plataforma automatizada e padronizada para todos os ambientes.

Empresas que desenvolvem seus softwares em uma plataforma Kubernetes têm melhor resultado e retorno sobre o investimento, incluindo desenvolvedores mais capacitados e o desenvolvimento de aplicações em nuvens que são escaláveis e flexíveis para atender à demanda. No entanto, o Kubernetes é uma tecnologia para gerenciamento de arquiteturas de TI em grande escala. Por esse motivo, pode haver barreiras que dificultam a adoção e o uso da plataforma. Ele não foi desenvolvido para todos.

Se você pretende executar somente um pequeno número de aplicações para poucos usuários, o Kubernetes pode atrapalhar mais do que ajudar. Mas, se a sua organização desenvolve e entrega software em escala (ou pretende fazer isso), ele deve ser sua escolha padrão.

O Kubernetes é ideal para aplicações em grande escala

O Kubernetes foi desenvolvido a partir da ideia de que softwares devem ser escaláveis e altamente disponíveis. Ele precisava ter padrões previsíveis sobre as necessidades de desenvolvimento e de recursos. Originalmente inspirado no software usado para gerenciar as grandes aplicações em produção do Google, ele foi lançado como um projeto open source em 2014. A adoção da tecnologia surgiu nos anos seguintes. Em uma pesquisa da comunidade Cloud Native Computing Foundation (CNCF) de 2019, o número dos entrevistados que afirmaram usar o Kubernetes na produção chegou a um recorde de 78%.

O uso do Kubernetes em ambientes de produção na comunidade nativa em nuvem passou de 58% em 2018 para 78% em 2019.

- Pesquisa da CNCF em 2019

A larga adoção do setor fez com que o Kubernetes se tornasse a plataforma de orquestração para containers Linux®. Ao escolher o Kubernetes você estará adotando os padrões, independentemente de quais ambientes e fornecedores de nuvem você usará no futuro.

A plataforma Kubernetes para a nuvem híbrida

Ainda que o Kubernetes possa fazer muitas coisas, o usuário precisa tomar a maioria das decisões. Para ter uma plataforma de containers completa, você precisará integrar outros componentes de entrada/balanceamento de carga, armazenamento, monitoramento, geração de registros, rede de container e mais. As distribuições empresariais, incluindo o Red Hat® OpenShift®, oferecem essas soluções com o Kubernetes integrado.

A adoção bem-sucedida de uma plataforma Kubernetes para a nuvem híbrida geralmente segue uma série de etapas:

Avalie as opções open source empresariais baseadas em padrões.

Para manter a natureza baseada em padrões do Kubernetes, é essencial avaliar soluções que sejam realmente open source. Algumas distribuições empresariais do Kubernetes incluem alguns componentes open source, mas costumam manter a dependência de fornecedor. Uma distribuição realmente open source, como o Red Hat OpenShift, sempre terá componentes abertos, desde o sistema operacional até o painel sem servidor.

Invista na cultura da sua equipe.

Preparar sua equipe para o sucesso é extremamente importante, mas muitas vezes é uma etapa ignorada. O treinamento não deve se limitar ao Kubernetes, também precisa abordar conceitos como o desenvolvimento ágil. Um leader em Kubernetes bem preparado na sua organização pode fazer uma grande diferença no processo de adoção por toda a empresa.

Agregue práticas DevOps e GitOPs ao Kubernetes.

O Kubernetes está associado a práticas DevOps e GitOps para alinhar o desenvolvimento de software e as operações de TI. Operacionalizar o Kubernetes com essas práticas recomendadas também abre caminho para o desenvolvimento de um pipeline de implantação/integração contínuas (CI/CD), em que a entrega do software é rápida e automatizada.

Clayton Coleman

"Só o Kubernetes não é o suficiente. Você precisa de práticas de CI/CD. Precisa usar alertas. Precisa entender como o modelo de segurança da nuvem e as suas aplicações interagem."

- Clayton Coleman,
Engenheiro distinto sênior, Red Hat

É nesse momento que investir no Kubernetes começa a valer a pena.

Novas portas se abrem para você.

ilustração Kubernetes

É possível executar aplicações em container em uma nuvem híbrida, usando seus próprios datacenters ou de vários provedores de nuvem pública. Com a flexibilidade para implantar cargas de trabalho em vários locais, você pode mover suas aplicações para um local mais próximo aos seus clientes, até mesmo adotando uma estratégia de edge computing.

Kubernetes ilustração AI/ML

As aplicações, como inteligência artificial e aprendizado de máquina, podem acessar os recursos de que precisam, e a qualquer momento. É possível integrar novas tecnologias se necessário, como o resultado de uma aquisição.

Kubernetes ilustração DevOps

As pessoas mais criativas da sua organização têm acesso a uma plataforma para desenvolver novas aplicações. Sua infraestrutura é escalável, automatizada e disponível para as pessoas que precisarem.

É assim que uma infraestrutura de nuvem deve funcionar.

Brian Gracely

"O Kubernetes é escalável. Ele ajuda a desenvolver as aplicações com mais rapidez. Ele é compatível com a multicloud e a nuvem híbrida. E esses não são apenas clichês tecnológicos, são problemas reais que as empresas enfrentam."

- Brian Gracely,
Diretor, Estratégia de soluções, Red Hat OpenShift

A Red Hat ajuda você a maximizar o uso do seu ecossistema de software

O investimento prévio da Red Hat no Kubernetes resultou no Red Hat OpenShift, nossa plataforma Kubernetes empresarial para a nuvem híbrida. Desde nosso primeiro envolvimento em 2014, continuamos a ser o maior contribuidor do projeto open source.

  • O Red Hat OpenShift integra os ambientes de desenvolvimento e o middleware de que suas equipes precisam para começar a criar aplicações imediatamente.
  • Ele oferece suporte para armazenamento, monitoramento e rede definida por software validados, além de integrações com terceiros.
  • O OpenShift migra as máquinas virtuais convencionais para a plataforma Kubernetes por meio da virtualização integrada.
  • Além disso, ele é entregue com a consistência e a confiança que se espera do Red Hat® Enterprise Linux.
"Nosso trabalho é tornar cada vez mais fácil o seu uso, tanto do ponto de vista operacional bem como o de desenvolvimento, ao mesmo tempo em que reconhecemos que é um processo complexo, porque estamos resolvendo um problema complicado."
Chris Wright

Chris Wright,
CTO, Red Hat

Nossa experiência com tecnologias de container nos ajuda a entender quando o uso do Kubernetes sozinho não será suficiente para atender às nossas demandas. A Red Hat oferece mais do que apenas a plataforma Kubernetes. Unimos as soluções mais abrangentes da tecnologia nativa em nuvem e orientações dos experts para ajudar sua organização a alinhar a cultura, os processos e a tecnologia para que você possa ter sucesso com o Kubernetes. Isso significa adotar métodos ágeis de desenvolvimento, uma cultura DevOps e práticas de entrega contínua. A Red Hat tem a experiência e o conhecimento necessários para ser o seu parceiro de confiança. Ela fornece o treinamento de que suas equipes precisam, além de oferecer suporte para manter seu programa de Kubernetes no caminho do sucesso.

Aprenda mais sobre o Kubernetes

Ilustração do recurso de previsões sobre edge computing

OMDIA

Tendências para ficar de olho em 2020: desenvolvimento nativo em nuvem

Veja como a Ovum define a computação nativa em nuvem e navegue pela última expansão do ecossistema Kubernetes, incluindo o que esperar em 2020 e o impacto do Kubernetes no DevOps.

edge computing na nuvem

Red Hat

O que é Kubernetes?

Nossa visão geral de fácil compreensão sobre o Kubernetes ajudará você a entender os fatos, sem argumentos de venda.