Jump to section

O que é 5G privado?

Copiar URL

O 5G privado é uma rede mobile que funciona da mesma forma que uma rede 5G pública. Porém, o proprietário pode conceder acesso restrito ou usar o espectro sem fio com ou sem licença. Basicamente, a rede 5G privada aproveita os benefícios do 5G tradicional no contexto de uma instalação fechada, como uma fábrica, porto, aeroporto, campus ou business park.

Isso é bastante vantajoso ao implantar redes privadas sem fio nessas instalações, que exigem recursos específicos além daqueles oferecidos pelo Wi-Fi e outras tecnologias de rede. Eles incluem cobertura, acesso de baixa latência, desempenho, privacidade e segurança.

Alguns aspectos do 5G privado são iguais aos das redes 5G públicas que provedores de serviços de telecomunicação comercial oferecem. As redes 5G são a etapa mais avançada da tecnologia mobile sem fio e entregam latência mais baixa e conectividade com rendimento mais alto. 

Por ter latência reduzida e ser mais confiável, o 5G privado é interessante principalmente para as aplicações da indústria. Por exemplo, pense em uma grande planta industrial que precisa de conectividade confiável dentro e fora do chão de fábrica. 

Imagine que ela use veículos autônomos guiados para transportar peças de uma área para outra. Com o 5G privado, máquinas desse tipo conseguem se conectar à rede de maneira confiável e podem ser operadas com mais sensores e eficiência, sem a necessidade de recabeamento. Dessa forma, se uma série de produção mudar, as máquinas poderão ser deslocadas sem a necessidade de mover os cabos.

Leia mais sobre os fundamentos básicos do 5G  

 

Uma rede 5G é considerada "autônoma e privada" quando a organização possui ou aluga o espectro e a infraestrutura, como a rede central e as estações de base. Essa é a opção que oferece o máximo de controle e possibilita isolar os usuários completamente das redes públicas que os provedores de serviços oferecem.

Também é possível definir uma rede 5G como "privada híbrida" ou "privada fatiada". Nesses casos, os recursos da tecnologia 5G permitem fatiar a rede em partes distintas, formando funções diferentes de user plane e control plane. Isso produz a quantidade de partições que for necessária para a rede pública.

 

As organizações estão adotando cada vez mais a conteinerização e a arquitetura nativa em nuvem para aumentar a eficiência, desempenho, resiliência, segurança e agilidade. Em resumo, a maioria delas adota tecnologias modernas para aprimorar o suporte ao 5G. 

Os trabalhos mais antigos de modernização se concentram na adoção da virtualização de funções de rede (NFV), o que facilitava a substituição de equipamentos legados com uma infraestrutura baseada em nuvem e verticalmente integrada. No entanto, essa abordagem está cada vez mais obsoleta

Ir além da simples virtualização de funções de rede e adotar o design nativo em nuvem ajuda você a alcançar um novo nível de eficiência e agilidade. Um diferencial das abordagens nativas em nuvem é que elas usam containers em vez de virtualização.

Com os containers, os desenvolvedores podem empacotar em um espaço dedicado e isolado todo o necessário para operar uma aplicação, incluindo dependências específicas e bibliotecas. Essa abordagem possibilita a migração eficiente do componente em containers entre os ambientes conforme necessário.

Para aproveitar todo o poder do 5G e diminuir a complexidade da rede, você precisa de tecnologias modernas, do design nativo em nuvem e da conteinerização.

Trocar aplicações monolíticas legadas por microsserviços aprimora a escalabilidade, a confiabilidade e os recursos de integração. Além disso, as equipes de desenvolvimento podem criar e atualizar novos componentes sem interromper a aplicação como um todo. Graças à sua construção independente, os microsserviços são mais eficientes na criação, teste, implantação e atualização.

 

As redes baseadas no 5G são mais rápidas, têm maior capacidade e menor latência e são mais confiáveis do que as gerações anteriores. Mesmo que a rede 5G pública já seja muito usada, várias organizações só estão reconhecendo agora os benefícios dessa tecnologia nas redes privadas.

Escolher o 5G para as redes privadas oferece muitos benefícios em comparação com os sistemas cabeados ou por Wi-Fi, além das redes 5G públicas. Portanto, essa é a tecnologia ideal para as empresas modernas que exigem uma rede privada. Alguns benefícios incluem:

  • Maior eficiência. As redes 5G privadas são muito mais rápidas, têm largura de banda maior e oferecem latência mais baixa.
  • Maior confiabilidade. O 5G privado entrega mais confiabilidade de rede, com mais cobertura em uma área maior, uma quantidade mais elevada de dispositivos conectados e um desempenho mais consistente.
  • Melhoria da segurança. O 5G privado oferece mais controle para as empresas, com criptografia mais forte, opções robustas de autenticação e fatiamento de rede.

A abordagem da Red Hat quanto ao 5G privado é voltada à criação de soluções que viabilizem uma rede confiável e de baixa latência, com aplicações de computação mais próximas dos usuários finais. Nossas soluções são oferecidas por provedores de serviços, fornecedores de equipamentos de rede e parceiros empresariais. A implementação do 5G privado está cada vez mais concentrada no design nativo em nuvem, microsserviços e automação, e as plataformas da Red Hat são totalmente compatíveis com isso. 

A Red Hat promove fortes relações empresariais e técnicas com um ecossistema de parceiros certificados. Assim, as organizações têm acesso às soluções mais inovadoras nas suas abordagens nativas em nuvem. As funções dessa rede de parceiros são continuamente validadas para assegurar a confiabilidade e eficiência da implantação. A Red Hat também desenvolve arquiteturas de referência e blueprints de parceiro para que as organizações possam implantar componentes pré-integrados com mais eficiência usando o fornecedor que desejarem. Isso inclui parceiros fora do ecossistema de telecomunicações.

A Red Hat e seus parceiros têm ampla experiência comprovada na implementação de soluções robustas de 5G privado com o Red Hat® OpenShift®. O Red Hat OpenShift oferece uma infraestrutura de container híbrida e open source com soluções de autenticação, monitoramento e recursos em tempo real. Você pode escalar a solução para usá-la em vários cenários de implantação que incluam o 5G privado. 

A automação é outro componente essencial da implantação e operação eficientes de uma rede 5G privada. Embora a automação de uma única tarefa ou processo seja relativamente simples, as empresas de telecomunicações precisam ter a capacidade de ampliá-la além dos sistemas isolados, alcançando toda a empresa.

O Red Hat® Ansible® Automation Platform oferece os principais recursos que os provedores de serviços precisam para criar, implantar e gerenciar a automação em larga escala. Assim, é possível aumentar a velocidade do serviço, aprimorar a conformidade e a segurança e diminuir as despesas operacionais de maneira significativa.

À medida que o interesse pelas redes 5G privadas e a necessidade de se adotar essa tecnologia continuam aumentando, a Red Hat tem o compromisso de oferecer soluções 5G comprovadas que possam ser implantadas em diversas arquiteturas. Isso inclui implementações on-premise de um nó e redes baseadas em nuvem amplamente distribuídas.

 

Descubra mais sobre a Red Hat e o setor de telecomunicações

 

Leitura recomendada

ARTIGO

O que é NFV?

A NVF (do inglês Network Functions Virtualization) é uma forma de virtualizar serviços de rede executados tradicionalmente em hardware proprietário.

ARTIGO

Introdução à edge computing para as empresas de telecomunicações

Edge computing é uma prioridade para muitos provedores de serviços de telecomunicações em seu processo de modernização das redes e busca por novas fontes de receita.

ARTIGO

O que é rede de acesso por rádio?

Uma rede de acesso por rádio (RAN) é parte da rede mobile que conecta dispositivos do usuário final, como smartphones, à nuvem.

Leia mais sobre telecomunicações

Conteúdo adicional

Ebook

Transforme-se em um provedor de serviços digitais

O ecossistema de parceiros em tecnologias de rede da Red Hat reúne empresas líderes no mercado e comunidades open source de confiança que, juntas, criam soluções inovadoras e validadas.

Infográfico

Cinco dicas para o sucesso do Open RAN

Com a adoção do 5G, os provedores de serviços digitais têm uma oportunidade de criar novos fluxos de receita.