Login / Registre-se Account

Cloud computing

IaaS x PaaS x SaaS

Jump to section

Normalmente, o termo "como serviço" refere-se a um serviço de cloud computing fornecido por terceiros para que sua empresa possa se concentrar no que realmente importa, como desenvolvimento de código e relacionamento com clientes. Cada tipo cloud computing adotado ajuda você a reduzir ainda mais a infraestrutura on-premise que precisa gerenciar. 

Uma infraestrutura de TI on-premise representa a maior responsabilidade que você terá como usuário e gestor. Quando todos os componentes de hardware e software da empresa estão on-premise, é dever seu e da sua equipe gerenciá-los, atualizá-los e substituí-los, conforme a necessidade.  Com os serviços de cloud computing, é possível alocar uma, várias ou todas as partes da infraestrutura para que sejam gerenciadas por terceiros, permitindo que você e sua equipe se concentrem em outras tarefas.

Há três tipos principais de opções de cloud computing como serviço, e cada um deles se encarrega de uma parte do gerenciamento para você: infraestrutura como serviço (IaaS), plataforma como serviço (PaaS) e software como serviço (SaaS).

Neste artigo, discutiremos cada opção, as vantagens e como usar cada modelo individualmente ou integrados para criar um ambiente de cloud computing que atenderá a todas as necessidades da sua empresa. Também apresentaremos alguns exemplos de cada opção para facilitar a compreensão.


IaaS

A infraestrutura como serviço ou IaaS está a um passo da infraestrutura on-premise. Ela é um tipo de serviço com pagamento por utilização em que um fornecedor disponibiliza para sua empresa serviços de infraestrutura (como armazenamento e virtualização) de acordo com a necessidade, por meio de uma nuvem ou pela Internet. 

Como usuário, você é o responsável pelo sistema operacional e todos os dados, aplicações, componentes de middleware e ambientes de execução. No entanto, o provedor dos serviços gerencia e concede à sua empresa o acesso a rede, servidores e recursos de virtualização e armazenamento necessários. 

Assim, você não precisa manter ou atualizar um datacenter local, pois o provedor faz isso por você. Em vez disso, os usuários acessam e administram a infraestrutura por meio de um painel de controle ou uma interface de programação de aplicações (API). 

Com uma solução de IaaS, você tem flexibilidade para adquirir apenas os componentes de que precisa e expandi-los ou reduzi-los em escala e conforme a necessidade. Esse tipo de solução exige poucos esforços e não tem custos de manutenção, o que a torna uma opção muito econômica. 

A adoção de uma solução de IaaS é ideal para criar e desativar ambientes de desenvolvimento e teste de maneira rápida e flexível. Você pode usar apenas a infraestrutura necessária para criar um ambiente de desenvolvimento e escalá-lo pelo período que precisar. E quando os componentes não forem mais úteis, basta desativá-los e pagar somente por aquilo que sua empresa utiliza. 

As principais desvantagens de uma solução de IaaS são os possíveis problemas de segurança do provedor, a utilização de sistemas com multilocação em que os recursos de infraestrutura são compartilhados com vários clientes e a confiabilidade do serviço. No entanto, é possível evitar essas desvantagens ao escolher um provedor confiável, com histórico consistente e reputação sólida. 

Provedores de nuvem pública, como AWS, Microsoft Azure e Google Cloud, são exemplos de IaaS.


PaaS

A plataforma como serviço (PaaS) está um passo além do gerenciamento de uma infraestrutura totalmente on-premise. Nessa modalidade, o provedor hospeda os componentes de hardware e software em sua própria infraestrutura, fornecendo uma plataforma que pode ser utilizada como uma solução integrada, um stack de soluções ou um serviço conectado via com a Internet.

Muito útil principalmente para desenvolvedores e programadores, a solução de PaaS permite ao usuário desenvolver, executar e gerenciar aplicações sem o trabalho de criar e manter a infraestrutura ou plataforma que normalmente está associada a esses processos. 

É você quem escreve o código, compila e gerencia suas aplicações. No entanto, tudo isso é feito sem precisar se preocupar com as atualizações de software ou a manutenção de hardware. O ambiente de desenvolvimento e implantação é fornecido para você. 

Com uma solução de PaaS, os desenvolvedores podem criar um framework para desenvolver e personalizar aplicações web. Eles podem usar componentes de software nativos para criar aplicações e, dessa maneira, reduzir a quantidade de código que precisam escrever.

Alguns exemplos de PaaS são o AWS Elastic Beanstalk, o Heroku e o Red Hat OpenShift.


SaaS

A solução de software como serviço (SaaS), também conhecida como serviços de aplicações em nuvem, constitui a forma mais abrangente de serviços de cloud computing, pois fornece uma aplicação inteira que é gerenciada por um provedor e acessada via navegador da web. 

Atualizações, correções de bugs e outras tarefas gerais de manutenção do software são realizadas pelo provedor. O usuário precisa apenas se conectar à aplicação por meio de um painel de controle ou uma API. Não é necessário instalar nenhum software em máquinas individuais. Além disso, o acesso de grupos ao programa é feito de uma maneira mais fácil e confiável. 

Você já está familiarizado com uma forma de SaaS se utiliza uma conta de email com serviço baseado na web, como o Outlook ou o Gmail, em que basta fazer login para ter acesso aos seus emails em qualquer computador e lugar. 

A solução de SaaS é uma excelente opção para empresas de pequeno porte que não têm pessoal ou largura de banda suficientes para a instalação e as atualizações de software. Ela também é ideal para aplicações que não precisam de muita personalização ou serão usadas apenas periodicamente. 

No entanto, o que a solução de SaaS economiza em tempo e esforço de manutenção, poderá custar em controle, segurança e desempenho. Portanto, é importante escolher um provedor em que você possa confiar.

Dropbox, Salesforce, Google Apps e Red Hat Insights são alguns exemplos de SaaS. 


IaaS, PaaS e SaaS com a Red Hat

A Red Hat é capaz de fornecer para sua empresa opções de IaaS, PaaS e SaaS que podem ser combinadas para a criação de um ambiente de cloud computing que ofereça a infraestrutura, a plataforma e aplicações de que você precisa, sem perda de tempo com problemas ou distrações. 

As soluções de infraestrutura de nuvem da Red Hat incluem Red Hat OpenStack® Platform, Red Hat Virtualization, Red Hat Satellite, Red Hat Ceph Storage e Red Hat OpenShift, nossa plataforma de orquestração de containers.

Para simplificar a compra e o gerenciamento de software empresarial, o Red Hat Marketplace oferece implantação automatizada de softwares certificados em qualquer cluster do Red Hat OpenShift.

Nossas soluções "como serviço" têm tecnologia open source, além de contar com o nosso suporte premiado e mais de 25 anos de experiência e inovação colaborativa. A Red Hat ajuda você a reorganizar suas tecnologias, equipes e processos para criar, implantar e gerenciar aplicações prontas para a nuvem e para o futuro. 

Encontre a estratégia de nuvem híbrida ideal com a Red Hat

  1. *A marca nominativa OpenStack® e o logotipo do OpenStack são marcas registradas/marcas de serviço ou marcas comerciais/marcas de serviço da OpenStack Foundation nos Estados Unidos e em outros países, usadas com a permissão da OpenStack Foundation. Não temos afiliação, endosso ou patrocínio da OpenStack Foundation nem da comunidade OpenStack.