Login / Registre-se Account

Aplicações nativas em nuvem

Frameworks Java

Frameworks Java™ são grupos de códigos previamente escritos usados pelos desenvolvedores para criar aplicações por meio da linguagem de programação Java.

Jump to section

Frameworks Java são específicos a essa linguagem de programação. Eles são uma plataforma específica para desenvolver aplicações de software e programas Java.

Frameworks Java são grupos de códigos previamente escritos e reutilizáveis, usados como templates pelos desenvolvedores na criação de aplicações. Esses frameworks elimina o trabalho manual excessivo ao programar uma aplicação uma vez que os desenvolvedores só precisam incluir código personalizado se for necessário.

Os frameworks Java podem incluir funções e classes predefinidas (como categorias de objetos), que são usadas para processar, inserir e gerenciar dispositivos de hardware, além de interagir com o software do sistema. Isso depende do tipo de framework, da habilidade do desenvolvedor Java, do que ele está tentando realizar e das preferências pessoais dele.

O que é o Java?

O Java é uma linguagem de programação orientada a objetos (OOP) usada desde 1995. Ele é utilizado pelos desenvolvedores na programação de aplicações que funcionam dentro dos limites do domínio em que estão.

Mas não confunda o Java com o JavaScript, que é uma linguagem de programação diferente desenvolvida por outra empresa quase na mesma época. Ao seguir o modelo de desenvolvimento Java, é possível criar aplicações executáveis em navegadores, servidores bare-metal, máquinas virtuais ou containers. O JavaScript só é executável em navegadores.

Biblioteca, framework e interface de programação de aplicações

A biblioteca é uma função de uma aplicação, o framework é a estrutura dessa aplicação, e a API une ambos para serem acessados pelo usuário. O framework pode incluir uma biblioteca, um compilador e outros programas usados no processo de desenvolvimento. Quando o desenvolvedor tem um bom framework, ele não precisa se preocupar com partes recorrentes do código usadas em um domínio ou aplicação.

Biblioteca

A biblioteca é um conjunto de recursos ou rotinas de uso frequente pré-compilados, como classes, templates, dados de configuração etc. Ela está disponível para ser utilizada por programas de computador. Em vez de escrever o código todas as vezes que precisa executar uma função, você pode usar rotinas. O programa chama os recursos na biblioteca quando eles são necessários.

Framework

O framework costuma ser um conjunto de bibliotecas. A principal diferença entre eles é a inversão do controle: são os frameworks que chamam uma ação. O framework já tem o template ou o frame do que é preciso. Isso significa que ele pode chamar os recursos necessários com base nas informações que ainda têm de ser preenchidas no código.

Interface de programação de aplicações (API)

O framework é similar a uma interface de programação de aplicações (API). Tecnicamente, ele inclui APIs. Os frameworks são bases de programação, já as APIs oferecem acesso aos elementos compatíveis com eles.

Frameworks Java mais utilizados

Há vários frameworks Java disponíveis. O que determina qual deles usar são as habilidades do desenvolvedor ou os requisitos do site ou aplicação. Estes são alguns frameworks open source muito usados:

  • Quarkus: framework Java de stack completo, compatível com infraestruturas nativas em nuvem e baseadas em microsserviços
  • Grails: escrito na linguagem de programação Groovy, oferece frameworks de aplicação web com recursos de exibição para plugins CSS e HTML
  • Hibernate: framework de mapeamento objeto-relacional (ORM) usado no gerenciamento de bancos de dados relacionais. Pode executar consultas SQL com a ajuda das APIs da Java Database Connectivity (JDBC)
  • Google Web Toolkit (GWT): conecta as equipes de desenvolvimento de front-end às de back-end

Outros frameworks Java muito usados:

  • Vaadin: voltado às interfaces de usuário
  • Play: compatível com a linguagem de programação Scala, simplifica o desenvolvimento de aplicações web
  • Apache Struts: voltado a aplicações empresariais e compatíveis com técnicas assíncronas de JavaScript e XML (AJAX). É uma ótima maneira de fazer alterações em web pages sem precisar atualizar tudo
  • JavaServer Faces (JSF) do Oracle: oferece frameworks de front-end aos desenvolvedores de back-end

Quarkus: um framework Java de stack completo

O Quarkus é um stack Java nativo em Kubernetes que foi desenvolvido para máquinas virtuais Java (JVMs) e compilação nativa. Ele otimiza o Java principalmente para o Kubernetes e o transforma em uma plataforma eficaz para ambientes serverless, em nuvem e Kubernetes.

A solução de injeção de dependência do Quarkus é baseada em Contexts and Dependency Injection (CDI). Além disso, ela inclui uma extensão de framework para ampliar a funcionalidade e configurar, inicializar e integrar frameworks à sua aplicação. Adicionar uma extensão é tão fácil quanto incluir uma dependência. Se preferir, você também pode usar as ferramentas do Quarkus.

Ferramentas com suporte aos frameworks Java

Red Hat JBoss Enterprise Application Platform logo

Uma plataforma para desenvolver serviços baseados em Java.

Red Hat Codeready product logo

Um ambiente de desenvolvimento integrado (IDE) certificado e baseado em Eclipse.

Red Hat Runtimes

Um conjunto de soluções, ferramentas e componentes para aplicações nativas em nuvem.

Conheça mais sobre o Java e o modelo nativo em nuvem