Jump to section

Virtualização com o Red Hat OpenShift

Copiar URL

O Red Hat® OpenShift® Virtualization é uma funcionalidade do Red Hat OpenShift com a qual você executa e gerencia cargas de trabalho de máquina virtual juntamente com as de containers.

O desenvolvimento moderno vem migrando para os containers e cada vez mais para ambientes serverless. Entretanto, as organizações já fizeram enormes investimentos em aplicações que são executadas em máquinas virtuais – e muitas dessas máquinas fornecem serviços vitais a aplicações em containers novas ou existentes. 

O OpenShift Virtualization (antes conhecido como virtualização nativa de containers) permite que os desenvolvedores tragam as máquinas virtuais (VMs) para os fluxos de trabalho em containers. Isso acontece executando uma máquina virtual dentro de um container onde é possível desenvolver, gerenciar e implantar máquinas virtuais lado a lado com containers e serverless, tudo em uma só plataforma. 

O OpenShift Virtualization combina duas tecnologias em uma única plataforma de gerenciamento para que as organizações possam aproveitar a simplicidade e a velocidade dos containers e do Kubernetes, sem abrir mão de aplicações e serviços projetados para máquinas virtuais.

KubeVirt é o projeto open source que possibilita a execução de máquinas virtuais em uma plataforma de aplicações em container gerenciada pelo Kubernetes. Ele usa uma máquina virtual baseada em Kernel (KVM) para entregar a virtualização nativa de containers em um container Kubernetes. 

O KubeVirt oferece serviços parecidos com os das plataformas de virtualização tradicionais, mas com o melhor da madura tecnologia de gerenciamento de virtualização e da orquestração de container do Kubernetes.

Lançado pela Red Hat, o KubeVirt agora é um projeto CNCF de área restrita. A Red Hat é uma das principais colaboradoras do ecossistema Kubernetes e criadora de funcionalidades importantes, como o StatefulSets, controle de acesso baseado em função (RBAC) e Política de rede, além de componentes essenciais do Kubernetes, incluindo etcd (a base do Kubernetes que mantém a configuração do cluster).

O OpenShift Virtualization é um operador de Kubernetes usado para criar e adicionar aplicações virtualizadas a projetos por meio do OperatorHub, da mesma forma como fariam com as aplicações em container. As máquinas virtuais resultantes serão executadas em paralelo nos mesmos nós do Red Hat OpenShift, como os containers de aplicação tradicionais.

O OpenShift Virtualization adiciona novos objetos ao cluster do Red Hat OpenShift por meio de recursos personalizados de Kubernetes para viabilizar tarefas de virtualização. Entre essas tarefas estão:

  • Criar e gerenciar máquinas virtuais do Linux® e do Windows.
  • Conectar máquinas virtuais pelas ferramentas de UI e CLI.
  • Importar e clonar máquinas virtuais existentes, como incluindo as do VMware e Red Hat Virtualization.
  • Gerenciar controladores de interface de rede e discos de armazenamento conectados às máquinas virtuais.
  • Migração ativa de máquinas virtuais entre nós.

Com o OpenShift Virtualization, as empresas entregam uma plataforma para:

Dar início à sua estratégia de modernização

O OpenShift Virtualization permite que você leve imediatamente suas aplicações e serviços de máquina virtual diretamente para o Kubernetes. Adicione máquinas virtuais a aplicações baseadas em containers e coloque essas máquinas em containers ao longo do tempo. Enquanto isso, você ganha controle total de todos os componentes da aplicação, VMs, containers e serverless, tudo em uma única plataforma.

Disponibilize uma plataforma integrada moderna

As vantagens das funções nativas em nuvem e dos containers para desenvolver e implantar aplicações são claras. O Red Hat OpenShift é uma plataforma empresarial de aplicações em container Kubernetes líder de mercado. Ele oferece um stack completo de operações automatizadas para gerenciar implantações em nuvem híbrida e multicloud e para aumentar a produtividade dos desenvolvedores.

Trabalhe com open source

Junte-se aos líderes que trazem inovações ao Kubernetes. A Red Hat tem forte liderança dentro da comunidade e é também uma das principais empresas desenvolvedoras de projetos de container e Kubernetes. Somos especializados em open source, o que gera inovações significativas em projetos upstream.

O OpenShift Virtualization é ideal para equipes que estão adotando o desenvolvimento de aplicações nativas em nuvem e já fizeram grandes investimentos em tecnologias de máquina virtual convencionais.

Leia mais

Artigo

Red Hat OpenShift vs Kubernetes

O Red Hat OpenShift é uma plataforma empresarial open source de orquestração de containers. Ele é uma solução de software que inclui componentes do projeto de gerenciamento de container do Kubernetes. Além disso, ele tem as funcionalidades de produtividade e segurança que são importantes para empresas de grande porte.

Artigo

O que é um container Linux?

Um container Linux é um conjunto de um ou mais processos organizados isoladamente do restante do sistema. Todos os arquivos necessários para executá-los são fornecidos por uma imagem distinta. Na prática, os containers Linux são portáteis e consistentes durante a migração entre os ambientes de desenvolvimento e produção.

Artigo

Fundamentos básicos do Kubernetes

O Kubernetes oferece uma plataforma para que você possa programar e executar containers em clusters de máquinas físicas ou virtuais. O Kubernetes pode ajudar a entregar e gerenciar aplicações em containers e nativas em nuvem em escala e também aplicações reformuladas em microsserviços nos ambientes.

Comece a usar uma plataforma empresarial Kubernetes

Red Hat OpenShift

Uma plataforma empresarial de aplicações em containers Kubernetes com um stack completo de operações automatizadas para gerenciar implantações de nuvem híbrida, multicloud e edge. 

Illustration - mail

Quer receber mais conteúdo deste tipo?

Cadastre-se para receber a nossa newsletter Red Hat Shares.