Account Login
Jump to section

O que foram o CoreOS e o CoreOS container Linux?

Copiar URL

O CoreOS foi criado em 2013 com a missão de aumentar a segurança e a confiabilidade da Internet. A equipe criou soluções e software open source nativos em nuvem para permitir às empresas executar aplicações com segurança e confiabilidade em qualquer ambiente.

A Red Hat adquiriu o CoreOS no início de 2018 e, posteriormente, compartilhou os planos de integração da solução e do projeto.

Em 26 de maio de 2020, o CoreOS Container Linux chegou ao final do ciclo de vida, não recebendo mais atualizações.

O CoreOS criou ferramentas open source fundamentais para o começo dos sistemas distribuídos modernos. Os componentes open source continuaram a ser usados e desenvolvidos livremente para impulsionar sistemas distribuídos nativos em nuvem. Projetos como etcd (armazenamento de chave/valor distribuído), Container Linux (sistema operacional lightweight voltado para containers), Kubernetes (orquestrador de containers), Prometheus (sistema de monitoramento de containers) e outros foram desenvolvidos pela equipe do CoreOS como parte da Red Hat, a maior empresa de software open source do mundo.

O Container Linux forneceu várias partes importantes do sistema operacional moderno e nativo em containers, em especial o host Linux imutável otimizado para containers, que inclui atualizações over-the-air (OTA) automatizadas para modernizar grandes implantações com mais facilidade.

Apresentando o Fedora CoreOS

Como anunciado anteriormente, o Fedora CoreOS é o sucessor oficial do CoreOS Container Linux. Ele é uma nova edição do Fedora, criada especialmente para executar cargas de trabalho em containers com segurança e em escala. Ele combina as ferramentas de provisionamento e o modelo de atualização automática do Container Linux com a tecnologia de empacotamento, o suporte a OCI e a segurança SELinux do Atomic Host. Para conhecer mais sobre a filosofia, os objetivos e o design do Fedora CoreOS, confira o anúncio da prévia e a documentação do Fedora CoreOS.

Nós gostaríamos muito que você participasse e experimentasse o Fedora CoreOS. Você pode relatar bugs e funcionalidades ausentes por meio do rastreador de problemas e conversar sobre o Fedora CoreOS na lista de discussão de desenvolvedores Fedora Discourse, no #fedora-coreos no Freenode ou em nossas reuniões semanais no IRC.

 

Como fazer a migração do CoreOS container Linux

Para mais informações sobre como migrar para o Fedora CoreOS, veja estas notas. O Fedora CoreOS ainda não substitui o Container Linux em todos os casos de uso:

  • Ele não inclui suporte nativo para Azure, DigitalOcean, GCE, Vagrant ou as plataformas com suporte da comunidade Container Linux.
  • O ambiente de execução de container rkt não está incluído.
  • O Fedora CoreOS oferece melhor estabilidade e pode incluir regressões ou alterações para alguns casos de uso ou cargas de trabalho.

Recomendamos que você decida sobre onde e como executar o Fedora CoreOS com base nos seus casos de uso, necessidades operacionais e experiência.

 

Linha do tempo do final do ciclo de vida

Começando imediatamente, a listagem do CoreOS Container Linux no AWS Marketplace não estará disponível para novas subscrições. Isso não afeta as subscrições existentes do Container Linux no AWS Marketplace, nem afeta os usuários que executam o Container Linux com os IDs da AMI listados na página de download do CoreOS.

As atualizações finais do CoreOS Container Linux foram lançadas em 26 de maio de 2020. Quaisquer bugs ou vulnerabilidades descobertos após essa data não serão solucionados.

Após 1º de setembro de 2020, os recursos do CoreOS Container Linux publicados serão excluídos ou transformados em apenas leitura. Os downloads do sistema operacional serão removidos, os servidores do CoreUpdate serão encerrados e as imagens do sistema operacional serão removidas da AWS, do Azure e Google Compute Engine. Os repositórios do GitHub, incluindo o rastreador de problemas, serão apenas leitura. A documentação continuará disponível enquanto necessário para ajudar na migração para outros sistemas operacionais. As máquinas do Container Linux existentes continuarão em execução, mas não sofrerão atualizações. Novas máquinas do CoreOS Container Linux não poderão ser iniciadas em nuvens públicas sem preparação prévia.

Embora não seja comum, vamos excluir artefatos e imagens do CoreOS Container Linux após 1º de setembro de 2020 para desencorajar o uso depois que as atualizações de segurança do sistema operacional forem descontinuadas.

Comece agora mesmo com uma plataforma Kubernetes empresarial

Red Hat OpenShift

Uma plataforma empresarial de aplicações em containers Kubernetes com um stack completo de operações automatizadas para gerenciar implantações de nuvem híbrida, multicloud e edge. 

Illustration - mail

Quer receber mais conteúdo deste tipo?

Cadastre-se para receber a nossa newsletter Red Hat Shares.

Red Hat logo LinkedInYouTubeFacebookTwitter

Produtos

Ferramentas

Experimente, compre, venda

Comunicação

Sobre a Red Hat

A Red Hat é a líder mundial em soluções empresariais open source como Linux, nuvem, containers e Kubernetes. Fornecemos soluções robustas que facilitam o trabalho em diversas plataformas e ambientes, do datacenter principal até a borda da rede.

Assine nossa newsletter Red Hat Shares

Cadastre-se agora

Selecione um idioma

© 2022 Red Hat, Inc.