Login / Registre-se Account

INFRAESTRUTURA

SDN - Rede Definida por Software

Jump to section

O que é SDN?

A rede definida por software (SDN) é uma abordagem de infraestrutura de TI que abstrai os recursos de rede para um sistema virtualizado. Ela separa as funções de encaminhamento e de controle de rede para criar uma rede que possa ser gerenciada e programada de maneira central. Com a SDN, as equipes de operações de TI controlam o tráfego de rede em topologias complexas por meio de um painel centralizado. Assim, elas não precisam gerenciar cada dispositivo de rede manualmente.

Vantagens da rede definida por software

As organizações adotam as redes definidas por software para superar as limitações das infraestruturas tradicionais. Estas são algumas das vantagens:

  • Custo reduzido: as infraestruturas de rede definida por software costumam ser mais econômicas do que os hardwares equivalentes. Isso acontece porque elas são executadas em servidores prontos para uso empresarial, em vez de dispositivos caros de finalidade única. Além disso, essas infraestruturas ocupam menos espaço, já que várias funções são executadas em um único servidor. Isso faz com que menos hardware físico seja necessário, o que possibilita a consolidação dos recursos. Assim, há a necessidade de menos espaço físico e capacidade, além da redução dos custos gerais. 
  • Mais flexibilidade e escalabilidade: com a virtualização da infraestrutura de rede, é possível ampliar e contratar recursos de rede conforme e quando necessário. Isso elimina o trabalho complicado de adicionar outro hardware proprietário. Com a rede definida por software, você tem uma enorme flexibilidade para possibilitar o provisionamento de autosserviço dos recursos de rede.
  • Gerenciamento simplificado: a rede definida por software gera uma infraestrutura geral mais fácil de operar porque ela não requer profissionais altamente especializados para gerenciá-la. 

Ao unir essa rede com o armazenamento definido por software e outras tecnologias, possibilita-se uma abordagem de infraestrutura de TI chamada de hiperconvergência, em que todos os elementos são "definidos por software".

SDN e NFV

As empresas de telecomunicações usam outro tipo de abstração de rede chamada de virtualização de funções de rede (NFV). Assim como a rede definida por software, a NFV abstrai as funções de rede do hardware. Para oferecer suporte à rede definida por software, a NFV fornece a infraestrutura em que o software da SDN será executado. A NFV fornece aos provedores a flexibilidade para executar funções em diferentes servidores ou transferi-las de acordo com as necessidades quando a demanda mudar. Assim, os provedores de telecomunicação aceleram a entrega de serviços e aplicações. Por exemplo, se o cliente exigir uma nova função de rede, os provedores podem iniciar uma nova máquina virtual para processar essa solicitação. Quando a função não for mais necessária, será possível desativar a máquina virtual. Isso é uma maneira sem riscos de testar o valor de novos serviços em potencial.

É possível usar a NFV e a SDN juntas, dependendo do que você quer fazer. Além disso, ambas utilizam um hardware comum. Com a NFV e a SDN, você cria uma arquitetura de rede que é mais flexível, programável e utiliza os recursos com mais eficiência.