Jump to section

O que é armazenamento definido por software?

Copiar URL

O armazenamento definido por software (SDS) tem uma arquitetura que separa o software de armazenamento do seu hardware. Ao contrário dos sistemas tradicionais de armazenamento NAS ou de storage area network (SAN), o SDS normalmente é desenvolvido para funcionar em qualquer sistema x86 ou padrão do setor, eliminando a dependência entre software e hardware proprietário.

    1. Você pode escolher o hardware que executará os serviços de armazenamento. O SDS escolhido não precisa ser da mesma empresa que vendeu o hardware. É possível usar qualquer base ou servidor x86 para criar uma infraestrutura de armazenamento baseada em SDS. Assim, você aumenta a capacidade do hardware existente de acordo com as necessidades do armazenamento.
    2. É econômico. O SDS é distribuído e tem escalabilidade horizontal em vez de vertical para você ajustar a capacidade e o desempenho de maneira independente.
    3. Você pode usar várias fontes de dados para criar a infraestrutura de armazenamento. Use plataformas de objeto em rede, sistemas de disco externos, recursos flash ou em disco, servidores virtuais e recursos baseados em nuvem (até mesmo os dados dedicados a cargas de trabalho) para criar um volume de armazenamento unificado.
    4. É possível ajustar o SDS automaticamente com base nas necessidades de capacidade. Como o SDS não depende de hardware, a automação pode usar qualquer volume de armazenamento a que está conectada. É possível ajustar o sistema de armazenamento ao desempenho e às necessidades de dados, sem precisar da intervenção do administrador, de novas conexões ou de outro hardware.
    5. O céu é o limite. As redes de área de armazenamento tradicionais são limitadas à quantidade de nós (dispositivos com endereços IP atribuídos) que elas podem usar. O SDS, por definição, não é limitado da mesma maneira. Ou seja, a sua escalabilidade é, teoricamente, infinita.

    É possível executar o SDS em todos os servidores e discos padrão do setor: por isso, ele é tão importante. Ao contrário de outros tipos de armazenamento, o SDS depende mais do seu próprio software do que do hardware em que está baseado. O SDS presume que o hardware falhará em algum momento, seja qual for o custo ou tempo de vida útil. Por isso, ele é planejado para essa falha distribuindo cargas de trabalho na infraestrutura.

    Isso também significa que o SDS pode ser executado no sistema operacional padrão do servidor e em uma máquina virtual. É possível executar algumas soluções de SDS até mesmo em containers. Assim, os usuários podem gerenciar aplicações e serviços de armazenamento em uma única interface, seja qual for a infraestrutura em que o container reside (bare-metal, virtual ou em nuvem).

    O SDS não é virtualização de armazenamento

    Tanto o SDS quanto a virtualização de armazenamento envolvem a abstração de algum componente do hardware do armazenamento, mas os conceitos não são iguais. Com a virtualização de armazenamento, a capacidade de muitos dispositivos de armazenamento pode ser agrupada de forma que pareça que todo o armazenamento está em um dispositivo. Por outro lado, o SDS abstrai os serviços de armazenamento, ou software de armazenamento, e os separa do próprio dispositivo.

    O SDS não é uma nuvem

    As nuvens são pools de recursos virtuais que podem ser acessadas sob demanda por meio de portais de autoatendimento, o que é facilitado pelo software de gerenciamento e automação. O SDS também conta com muitas dessas vantagens. Portanto, é normal pensar que o SDS é uma nuvem. Mas o SDS é apenas uma camada que ajuda a alimentar os dados em uma nuvem e funciona em um ambiente de nuvem para oferecer armazenamento unificado. Ou seja, o SDS tem funcionalidades de armazenamento em nuvem, como acesso em rede e software de automação e gerenciamento. Com eles, é possível escalar rapidamente e oferecer serviços em determinadas quantidades. Por conta dessas funcionalidades, o SDS é muito parecido com o armazenamento em nuvem.

    O SDS não é igual ao NAS

    Não é como se o SDS não estivesse conectado a uma rede, porque ele ainda exige algum tipo de conexão, assim como qualquer sistema de armazenamento empresarial. É que o NAS organiza e compartilha arquivos, e o SDS controla o volume de armazenamento. O NAS pode ser implantado em uma camada de SDS, mas o SDS separa os volumes de armazenamento físico do hardware do sistema de controle.

    O SDS é uma excelente solução, não é verdade? Com ele, empresas como a sua podem colocar os volumes de armazenamento em operação sem se preocupar com a integração deles a outros sistemas, conforme as necessidades de armazenamento mudam. Todas as soluções do Red Hat Data Services são criadas com base na tecnologia open source. Isso significa que você terá uma verdadeira legião de desenvolvedores, parceiros e clientes trabalhando juntos para superar desafios. Nossa tecnologia, usada diariamente no mundo todo pelas empresas listadas na Fortune 500, é baseada em décadas de conhecimento e experiência em tecnologia open source. Devido à liberdade inerente, transparência e economia, nossas soluções de armazenamento ajudam você a fazer muito mais com muito menos.

    Leitura recomendada

    ARTIGO

    Por que escolher a Red Hat para soluções de armazenamento?

    Saiba o que é o armazenamento definido por software e como implantar uma solução Red Hat que ofereça flexibilidade para gerenciar, armazenar e compartilhar dados como você preferir.

    ARTIGO

    O que é o armazenamento em nuvem?

    Armazenamento em nuvem é a organização de dados mantidos em um local que pode ser acessado por qualquer um na Internet que tenha as permissões necessárias. Saiba como ele funciona

    TÓPICO

    Introdução aos serviços de dados

    Os serviços de dados são conjuntos de pequenas funções independentes e levemente acopladas que aprimoram, organizam, compartilham ou processam as informações coletadas e salvas em volumes de armazenamento.

    Leia mais sobre armazenamento

    Soluções Red Hat

    Solução de armazenamento definido por software que reserva um lugar permanente para os dados, enquanto containers são iniciados e encerrados entre ambientes diferentes.

    Um sistema de armazenamento definido por software aberto e altamente escalável que gerencia petabytes de dados.

    Conteúdo adicional

    Datasheet

    Datasheet do Red Hat Ceph Storage

    VÍDEO - THE SOURCE TV

    Reinvenção para alavancar os negócios

    Uma conversa sobre a importância de uma cultura corporativa consolidada para ir além no mercado.