Microsserviços

Por que escolher a Red Hat para a adoção de microsserviços?

O objetivo dos microsserviços como uma arquitetura e como uma abordagem de desenvolvimento é fornecer software de qualidade com mais rapidez. A Red Hat faz muito mais do que separar as aplicações monolíticas em microsserviços. Nós ajudamos você a gerenciar esses microsserviços, orquestrá-los e processar os dados que eles criam e modificam.

A Red Hat oferece suporte ao desenvolvimento e implantação contínua de microsserviços e possibilita a integração e o gerenciamento deles sem criar monólitos que ameacem a agilidade. O resultado é uma solução de microsserviços compatível com a implantação de código ponta a ponta e que incentiva a comunicação e colaboração entre as equipes de entrega. Você não precisa reformular totalmente os sistemas existentes para garantir grandes benefícios. Por meio do open source, padrões abertos e anos de experiência, ajudamos você a encontrar a melhor solução para sua organização.


Há desafios a enfrentar

Se você está lendo isto, é porque provavelmente investiu em ciclos de desenvolvimento mais rápidos usando os princípios ágeis. Os microsserviços se baseiam nesses princípios para acelerar os tempos de implantação. Ao separar a aplicação em unidades menores criadas por equipes mais reduzidas com modelos de implantação, governança e fluxos de trabalho independentes, você lança aplicações e suas atualizações no mercado mais rapidamente do que com o método tradicional monolítico.

As arquiteturas de microsserviços dependem das práticas de DevOps, automação, CI/CD (integração e entrega contínuas) e designs com foco na API. Elas também precisam ser organizadas de acordo com os recursos de negócios e fazer parte de uma solução descentralizada de gerenciamento de dados e de governança maior. Os microsserviços são um recurso excelente. No entanto, eles precisam de boas soluções de gerenciamento e orquestração.

Não adote a abordagem de microsserviços só porque ela está na moda. Tenha um plano que inclua objetivos claros e mensuráveis, específicos para sua organização. Listamos alguns dos desafios que você pode enfrentar ao adotar a arquitetura de microsserviços, mas ninguém é melhor do que você para conhecer as necessidades reais da sua equipe. A boa notícia é que podemos ajudar, esteja onde você estiver nesse processo. Dúvidas? Confira a Red Hat Consulting.


Como a Red Hat pode ajudar?

As ferramentas necessárias para unir tudo isso

Falamos sobre as medidas adicionais que você pode tomar para adotar microsserviços. Se você se concentrar apenas no código, não conseguirá aproveitar tudo o que a abordagem de microsserviços é capaz de oferecer, como implantação de aplicações para a cloud, automatização do pipeline de entrega, delegação de responsabilidade ponta a ponta no processo de entrega e estruturação de equipes (e código) em unidades menores. Não importa seu estágio na jornada de adoção de microsserviços, nossas soluções são comprovadas, eficazes e voltadas para a comunidade.

Red Hat OpenShift Application Runtimes

Provisionar cada vez mais servidores é demorado. Conseguir tempo para atualizar com frequência os ambientes e configurar mais servidores em novos softwares é uma tarefa que a maioria dos desenvolvedores teme. É algo entediante e insatisfatório. O Red Hat® OpenShift® Application Runtimes otimiza o processo de orquestração para que você possa fazer o que realmente quer.

O Red Hat OpenShift Application Runtimes é uma base de ambiente de execução pré-criada e em containers para microsserviços. Ele trabalha com uma grande variedade de linguagens e estruturas para fornecer bases de alto desempenho para o design de microsserviços. Além disso, a plataforma inclui suporte nativo para cinco ambientes de execução: Red Hat JBoss Enterprise Application Platform (EAP), Thorntail (com Eclipse MicroProfile em execução), Spring Boot/Cloud, Eclipse Vert.x e Node.js.

Red Hat OpenShift

O Red Hat OpenShift Container Platform é uma plataforma Kubernetes corporativa de cloud híbrida. Ele foi projetado para ajudar as equipes de operações e de desenvolvimento de TI a trabalharem juntas para fornecer e gerenciar aplicações baseadas em microsserviços. A plataforma é compatível com aplicações nativas da cloud, legadas e em containers, além daquelas que estão sendo refatoradas em microsserviços.

É possível usar o OpenShift Service Catalog para facilitar bastante o provisionamento de novos serviços. Basta selecionar o serviço no catálogo, e uma série de diálogos simples ajudará você na configuração. O catálogo foi projetado para facilitar o provisionamento de serviços privados na organização ou via clouds públicas, como a Amazon Web Services. Assim, é possível usá-los na sua aplicação baseada em microsserviços. As equipes de operações têm uma visão única sobre o preenchimento e a administração do Service Catalog. Dessa forma, as equipes de desenvolvimento podem incorporar esses serviços facilmente com uma série de diálogos ou comandos simples.

O OpenShift se integra ao middleware Red Hat e pode ser usado com ferramentas existentes de automação como Git, Maven e Jenkins. Ele também incorpora um sistema operacional Linux em nível corporativo para garantir uma melhor segurança em todo o cluster. Esteja você otimizando aplicações legadas, fazendo a migração para a cloud ou criando soluções totalmente novas baseadas em microsserviços, o Red Hat Openshift Container Platform fornece a essas aplicações uma plataforma mais segura e estável em toda a infraestrutura.

Red Hat Fuse

O Red Hat Fuse é uma plataforma de integração nativa da cloud e distribuída. Com sua base em containers e centrada em APIs, é possível criar, conectar, ampliar, implantar e escalar microsserviços de forma independente. O Fuse possibilita o desenvolvimento ou a composição de microsserviços usando uma estrutura de integração baseada em padrões (Apache Camel). Ele é projetado para que os desenvolvedores usem ferramentas como serviços de arrastar e soltar e padrões internos de integração a fim de criar microsserviços. Enquanto isso, os usuários de negócios podem utilizar ferramentas baseadas na web para desenvolver APIs que integram diferentes microsserviços.

O Fuse tem um modelo de implantação híbrida para que você o use on-premise, na cloud ou como uma plataforma como serviço (iPaaS) hospedada. Ele também conta com uma biblioteca de conectores, incluindo mais de 200 opções inovadoras para sistemas corporativos. O Fuse é também otimizado para ser executado no Red Hat OpenShift Container Platform.

Red Hat 3scale API Management

Os microsserviços dão a você destreza, mas as arquiteturas monolíticas garantem boas opções de reutilização. Ao migrar de monólitos para microsserviços, você precisa de uma estratégia bem definida de API que leve isso em conta e forneça novamente os recursos de reutilização. É por isso que ter um gerenciamento de API sólido é tão importante nas plataformas de microsserviços.

O Red Hat® 3scale API Management é uma plataforma premiada para você gerenciar, distribuir, compartilhar e monetizar APIs. Ele usa componentes autogerenciados que fornecem controle de tráfego para as APIs, aprimorando a aplicação de políticas de acesso e segurança. Isso funciona por meio da separação exclusiva do gerenciamento de políticas e do cumprimento de serviços para que as operações não fiquem lentas. O 3scale também oferece ferramentas de gerenciamento de políticas (por exemplo, controle de acesso, limitação de taxa, análises, faturamento e pagamento). Todas elas estão disponíveis em uma única interface.

O 3scale se integra ao Fuse para que os microsserviços e as integrações criadas com o Fuse fiquem disponíveis para as políticas no 3scale. Além disso, é possível executar o gerenciamento de políticas do 3scale como containers no OpenShift. Assim, são utilizados no 3scale os mesmos recursos de gerenciamento e escalabilidade que em todos os microsserviços.


Inovação aberta com a Red Hat

A Red Hat® realiza um trabalho intenso junto à grande comunidade open source com relação aos microsserviços. Nossos engenheiros contribuem com a melhoria de recursos e o aumento da confiabilidade e da segurança, garantindo que os microsserviços tenham sempre um bom desempenho enquanto mantêm a estabilidade e a segurança.

Também contribuímos com códigos e melhorias em comunidades upstream relacionadas a todas as nossas tecnologias de microsserviço, compartilhando os avanços ao longo do processo. É claro que colaborar com a comunidade vai além do desenvolvimento de códigos. A colaboração inclui a liberdade para fazer perguntas e oferecer melhorias. Essa é a filosofia open source que impulsiona a Red Hat. Por isso, a Red Hat é uma fornecedora de infraestrutura corporativa confiável há mais de 20 anos.

Mais soluções de middleware

An open source, lightweight messaging platform for real-time integration. Get information like pricing updates and order confirmations to your warehouses, storefronts, and headquarters reliably and in a way that scales.

An in-memory, distributed data grid solution for applications. Keep copies of your information across multiple servers using memory (RAM) for very fast response times with continuous availability, reliability, and scalability.

Você pode fazer muito mais com os microsserviços