Login / Registre-se Account
Jump to section

O que é a API do Kubernetes?

Copiar URL

A API do Kubernetes é o front-end do plano de controle do Kubernetes e o meio pelo qual os usuários interagem com os clusters desse serviço. O servidor de interface de programação de aplicações (API) determina se uma solicitação é válida e depois a processa.

Basicamente, a API é a interface usada para gerenciar, criar e configurar clusters do Kubernetes. É como usuários, componentes externos e elementos dos clusters se comunicam uns com os outros.

E no centro do plano de controle do Kubernetes está o servidor de API, que expõe a API HTTP, permitindo consultar e manipular o estado de objetos do Kubernetes. 

Para que você compreenda o contexto da API do Kubernetes por inteiro, vamos primeiro explicar o que é o Kubernetes em termos gerais. 

O Kubernetes é uma plataforma open source de orquestração de containers. É a tecnologia de containers que permite agrupar e isolar aplicações com todo o ambiente de execução delas. Isso torna mais fácil mover uma aplicação dentro de um container entre diferentes estágios (desenvolvimento, produção etc.) e ambientes (on-premise, nuvem pública/privada/híbrida ou multicloud) sem prejudicar qualquer aspecto da funcionalidade. 

Portanto, como plataforma de orquestração de containers, o Kubernetes automatiza grande parte dos processos manuais necessários para gerenciar, implantar e escalar aplicações em containers.

O agrupamento das máquinas (servidores físicos ou virtuais conhecidos como "nós") que executam as aplicações em containers resulta na criação de um cluster, que pode ser gerenciado e orquestrado com o Kubernetes.

Um grupo de containers, que compartilham recursos, em execução em uma máquina ou em um nó é chamado de "pod". Um pod também pode conter apenas um container. Nesse caso, chamar o pod de container não afeta em nada o conceito.

Um cluster do Kubernetes é formado por duas partes: o plano de controle e o plano de aplicação. É no plano de controle que encontramos a API, que é o meio pelo qual o usuário interage com o cluster e instrui o que deve ser feito na linha de comando, usando a ferramenta kubectl. Por meio da API, usuários finais, componentes externos e o próprio cluster podem se comunicar uns com os outros. 

Cada cluster tem um estado desejado, ou seja, um estado que define quais aplicações e cargas de trabalho devem ser executadas, além de outros detalhes de configuração, como as imagens usadas e os recursos necessários. Você pode usar a ferramenta de linha de comando kubectl ou interagir com o cluster via API para definir ou modificar o estado desejado.

O Kubernetes gerenciará o cluster automaticamente para que corresponda ao estado desejado. O Kubernetes é declarativo. Isso significa que ele sempre tentará se autogerenciar e autocorrigir com base nos parâmetros definidos para as cargas de trabalho.

Um operador Kubernetes é um método de empacotar, implantar e gerenciar aplicações usando a API, por meio da ferramenta kubectl. 

No Kubernetes, um operador é um controlador específico para aplicações que amplia as funcionalidades da API do Kubernetes a fim de criar, configurar e gerenciar instâncias de aplicações complexas para o usuário. Ao incluir informações específicas da aplicação ou do domínio, o operador possibilita que o Kubernetes automatize todo o ciclo de vida do software gerenciado pela plataforma.

Como líder em tecnologia de containers open source e desenvolvedora de várias ferramentas e soluções para o gerenciamento da infraestrutura de containers, a Red Hat ajudará você a implementar o Kubernetes e os containers na sua empresa.

Com o Red Hat® OpenShift®, você tem uma plataforma de containers open source pronta para uso empresarial que oferece todos os elementos necessários para gerenciar implantações de nuvem híbrida e multicloud. Podemos ajudar sua empresa na transição dos negócios para a nuvem, aproveitando ao máximo sua infraestrutura atual. 

Nossa solução é parte de uma plataforma integrada que permite aos desenvolvedores escolher a linguagem, os componentes de middleware, os frameworks e os bancos de dados que quiserem, além de ajudar na implantação da tecnologia de automação para aumentar a eficiência e a produtividade. 

As ferramentas que você precisa para usar o Kubernetes

Red Hat OpenShift product logo

Uma plataforma empresarial de aplicações em containers Kubernetes com um stack completo de operações automatizadas para gerenciar implantações em nuvem híbrida.

Serviço de gestão de APIs hospedado e gerenciado oferecido como uma solução complementar ao Red Hat OpenShift Dedicated.

Você pode fazer muito mais com Kubernetes