Login / Registre-se Account

Automação

O que é gerenciamento de configuração?

O gerenciamento de configuração é um processo de manutenção consistente em sistemas, servidores e softwares. É uma forma de se certificar de que o sistema funciona como o esperado enquanto as mudanças são feitas. 

Gerenciar configurações de sistemas de TI envolve a definição de um estado desejado, como a configuração do servidor, e então a criação e manutenção desses sistemas. Intimamente relacionado a avaliações da configuração e análise de desvios, o gerenciamento de configuração as utiliza para identificar os sistemas que serão atualizados ou reconfigurados ou que receberão a aplicação de patches.

Por que gerenciar configurações?

O gerenciamento de configuração impede que você faça alterações, tanto grandes quanto pequenas, que não sejam documentadas. Essas configurações incorretas podem resultar em baixo desempenho, inconsistências ou não conformidade, afetando negativamente a segurança e as operações de negócios. A ocorrência de alterações não documentadas em muitos sistemas e aplicações leva a instabilidade e tempo de inatividade maiores.

Identificar os sistemas que demandam atenção, determinar as etapas de correção, priorizar ações e validar a conclusão é complicado demais para ser realizado manualmente em ambientes extensos. Porém, a falta de documentação, manutenção e um processo de controle de alterações pode fazer com que administradores de sistema e desenvolvedores de software não saibam quais são os componentes de determinado servidor nem qual software foi atualizado.

Com os sistemas de gerenciamento de configuração, você não só define as configurações de sistema de forma consistente, mas também cria e mantém esses sistemas de acordo com as configurações básicas. O gerenciamento de configuração ajuda usuários e administradores a saberem onde há determinados serviços e quais são os estados atuais das aplicações.

Ferramentas de gerenciamento de configuração adequadas:

  • Classificar e gerenciar sistemas por grupos e subgrupos. 
  • Modificar configurações básicas de maneira centralizada.
  • Implementar novas configurações em todos os sistemas aplicáveis. 
  • Automatizar atualizações, aplicações de patches e identificação de sistema.
  • Identificar configurações de baixo desempenho, desatualizadas e fora de conformidade. 
  • Priorizar ações. 
  • Acessar e aplicar correção prescritiva.

Benefícios do gerenciamento de configuração

Veja por este lado: se você estiver em dia com os problemas pequenos, evitará reparos mais caros e complicados no futuro. O objetivo do gerenciamento de configuração é evitar problemas para que você não tenha que lidar com muitos deles mais tarde. 

Por exemplo, você pode se certificar de que o seu ambiente de teste corresponde ao de produção. Desse jeito, você terá menos problemas depois que as aplicações forem implantadas do que teria caso os ambientes fossem diferentes.

Com o gerenciamento de configuração, é possível replicar com precisão um ambiente, com todas as configurações e softwares corretos, já que você já sabe o que está no ambiente original.

Automatizar o gerenciamento de configuração

A função do gerenciamento de configuração é manter os sistemas em um estado desejado. Tradicionalmente, isso é feito manualmente ou por meio de scripts personalizados criados por administradores de sistemas. A automação é o uso de software para realizar tarefas, como o gerenciamento de configurações, com o objetivo de reduzir os custos, os erros e a complexidade.

Por meio da automação, a ferramenta de gerenciamento de configurações provisiona um novo servidor em poucos minutos com menos probabilidade de erros. Também é possível usar a automação para manter um servidor no estado desejado, como o seu ambiente operacional padrão (SOE), sem os scripts de provisionamento que eram necessários antes.

Ferramentas de gerenciamento de configuração

Quando usado como uma ferramenta de gerenciamento de configuração, o Red Hat® Ansible® Automation Platform serve para armazenar e auxiliar na manutenção do estado atual dos sistemas. As ferramentas de gerenciamento de configuração fazem alterações e implantações com mais agilidade e removem a possibilidade de erro humano ao mesmo tempo que tornam o gerenciamento do sistema mais previsível e escalável.

Elas também ajudam a acompanhar o estado dos recursos e evitam que você repita tarefas, como instalar o mesmo pacote duas vezes. 

Melhore a recuperação do sistema após um evento crítico com o gerenciamento automatizado de configuração.  Se um servidor estiver inativo por alguma razão, você poderá implantar um novo rapidamente e manter um registro de alterações e atualizações ocorridas. Assim, é possível identificar a origem do problema. 

As ferramentas de gerenciamento de configuração também auxiliam na execução de uma auditoria do sistema para acelerar a identificação da origem do problema. 

Por que escolher a Red Hat para a automação?

A Red Hat trabalha em colaboração com a maior comunidade open source para o desenvolvimento de tecnologias de automação. Os nossos engenheiros contribuem para a melhoria das funcionalidades e o aumento da confiabilidade e da segurança. Assim, sua empresa e a TI sempre terão um desempenho estável e protegido. Em todos os projetos open source, a Red Hat colabora com códigos e melhorias para a base de códigos upstream, compartilhando os avanços ao longo do processo.

Com as nossas soluções, serviços e treinamentos, você tem o controle necessário para automatizar os negócios e se concentrar na inovação e no futuro.