Login / Registre-se Account

Gerenciamento

O que é gerenciamento de riscos?

   

O gerenciamento de riscos é o processo de identificar e avaliar os riscos e, em seguida, criar um plano para minimizá-los ou controlá-los, reduzindo seu potencial na organização. Um risco é uma perda ou dano em potencial. Riscos podem ter diferentes origens, como responsabilidades legais, desastres naturais, acidentes, erros de gerenciamento ou ameaças de cibersegurança.

Gerenciamento de riscos corporativos

As estratégias de gerenciamento de riscos apresentam táticas para lidar com eles e compreender suas possíveis consequências. Essas estratégias precisam ser incluídas em um plano de gerenciamento de riscos, documento que descreve como sua organização ou equipe devem identificar as vulnerabilidades e mitigar riscos.

O gerenciamento de riscos é uma parte importante da estratégia de negócios. Com ele, você evita problemas que podem impedir a empresa de atingir suas metas.

Diversos setores precisam seguir regulamentos de conformidade para realizar o gerenciamento de riscos. Há padrões de gerenciamento de riscos criados por várias organizações, como o National Institute of Standards and Technology e a International Organization for Standardization (ISO).

O setor de serviços financeiros, por exemplo, trabalha com inúmeros regulamentos e requisitos de conformidade. Também é grande o risco envolvido em tarefas como manter os dados dos clientes em segurança, tomar decisões de investimento e determinar o risco de crédito.

Os princípios do ISO 31000 podem ser usados como um framework de gerenciamento de risco para empresas, independentemente do setor. A padronização ajuda as organizações a implementar seus planos de gerenciamento de riscos de maneira sistemática.

Gerenciamento de riscos em TI

No setor de TI, o risco está no potencial de perda ou dano se uma ameaça explorar uma vulnerabilidade no hardware ou software. A lista de vulnerabilidades e exposições comuns (CVE) inclui falhas de segurança divulgadas publicamente. Isso ajuda os profissionais de TI a trabalharem em conjunto para priorizar e solucionar essas vulnerabilidades, a fim de tornar os sistemas de computadores mais seguros.

A maneira como desenvolvemos, implantamos, integramos e gerenciamos a TI está mudando significativamente.A segurança da TI precisa ser incluída na infraestrutura e no ciclo de vida das soluções o mais cedo possível, sendo integrada à sua estratégia de gerenciamento de riscos. Assim, sua organização será capaz de agir de forma proativa e reativa. 

Uma abordagem de redução de riscos é o uso de ferramentas como automação e análise preditiva para monitorar a infraestrutura. 

As equipes de operações podem usar análises preditivas para localizar e solucionar problemas de forma proativa antes que eles afetem seu ambiente. Também é possível usar análises preditivas para procurar anomalias na rede e possíveis vulnerabilidades. Assim, você consegue prevenir problemas de segurança e evitar tempo de inatividade não planejado. 

A automação oferece feedbacks rápidos e eficazes que não desaceleram o ciclo de vida das soluções e pode também ser usada para resolver problemas conhecidos.

Processo de gerenciamento de riscos

Não é possível evitar completamente todos os riscos, mas as consequências deles não precisam ser negativas. Você precisará avaliar os possíveis riscos em relação às potenciais oportunidades para definir qual é o nível aceitável de risco na organização. Essas informações poderão ser usadas na tomada de decisões. 

O gerenciamento de riscos envolve priorizar os riscos que têm maior chance de acontecer e que teriam o maior impacto, bem como lidar com eles por meio da mitigação de riscos.

Etapas do gerenciamento de riscos:

  1. Identificação: identifique e descreva possíveis riscos. Tipos de riscos incluem os riscos financeiros, operacionais (como os riscos na cadeia de suprimento), de projetos, de negócios e de mercado, entre outros. Os riscos identificados precisam ser registrados ou documentados de alguma forma.
  2. Análise: determine a probabilidade de um risco acontecer ao analisar os fatores e documentar as possíveis consequências.
  3. Avaliação: por meio de auditorias internas e análises, determine a magnitude de um risco. Você também precisará decidir qual nível de risco é aceitável, e que tipos precisam de ação imediata.  
  4. Mitigação: depois de determinar a prioridade e a importância dos riscos, execute uma estratégia de resposta para minimizá-los ou controlá-los. 
  5. Monitoramento: os riscos devem ser monitorados continuamente para garantir que os planos de redução estejam funcionando e detectar caso um deles se torne uma ameaça maior.

Abordagens do gerenciamento de riscos

As principais abordagens de gerenciamento de riscos incluem evasão, redução, compartilhamento e retenção.

  • Evasão: envolve interromper e evitar todas as atividades que possam levar a um risco.
  • Redução: se concentra em ações que diminuem a probabilidade de um risco ocorrer ou o impacto de um risco.
  • Compartilhamento: ocorre quando uma organização transfere ou compartilha parte do risco com outra. Um exemplo é a terceirização de funções de atendimento ao cliente ou de fabricação.
  • Retenção: ocorre quando um risco foi avaliado e a organização decide aceitá-lo. Nenhuma ação é tomada para reduzi-lo, mas um plano de contingência pode ser executado.

Por que escolher a Red Hat?

A Red Hat testa, fortalece e dá suporte a aplicações open source para deixá-las prontas para o uso corporativo. Nossa meta é ajudar as empresas a permanecerem competitivas, flexíveis e adaptáveis, sem descuidar da segurança nem da conformidade regulatória.

Nossas soluções podem ajudar os membros das equipes e o gerentes de risco a definir táticas de prevenção e remediação nos ambientes. O Red Hat® Insights fornece recursos de análises preditivas para realizar avaliações abrangentes e previsões inteligentes em todos os ambientes físicos, virtuais, de containers e de nuvem pública e/ou privada. 

Sua organização pode identificar riscos proativamente como parte da estratégia de gerenciamento de riscos. Além disso, você automatiza a correção na sua infraestrutura Red Hat usando os playbooks do Red Hat® Ansible® Automation Platform com o Insights.

As ferramentas de gerenciamento que você precisa

Red Hat Insights logo

Use análise preditiva para verificar sistemas e corrigir problemas complexos de desempenho e segurança. Para solucionar problemas críticos antes mesmo que eles ocorram, é preciso avaliar analisar e agir continuamente.

Red Hat Ansible Automation Platform

O Red Hat Ansible® Automation Platform é uma plataforma simples e sem agente voltada à automação da TI em escala. Centralize e controle sua infraestrutura de TI por meio de uma interface gráfica, do controle de acesso baseado em função e muito mais.

Você pode fazer muito mais com o gerenciamento e a automação