Login / Registre-se Account

Cloud computing

O que é gerenciamento de nuvem?

Jump to section

Gerenciamento de nuvem é a forma como os administradores controlam e orquestram todos os produtos e serviços que operam em uma nuvem: usuários e controle de acesso, dados, aplicações e serviços. É dar aos administradores a possibilidade de acessarem os recursos necessários, automatizarem esses processos e fazerem os ajustes necessários sempre de olho na utilização e nos custos. Além disso, é a forma como os administradores mantêm a flexibilidade e a escalabilidade, com a capacidade de fazer rápidas adaptações à medida que as coisas mudam. 

Com as ferramentas de gerenciamento de nuvem, além de supervisionar todos os tipos de nuvens (públicas, privadas, híbridas e multicloud), os administradores também observam as atividades delas, desde a implantação de recursos e o rastreamento de uso até a integração dos dados, Kubernetes e a recuperação de desastres. Essas ferramentas possibilitam o controle administrativo sobre a infraestrutura, as plataformas, as aplicações, o provedor de nuvem , os recursos do provedor de serviços em nuvem e os dados, que, em conjunto, criam uma nuvem.

 

Como funciona o gerenciamento de nuvem?

Geralmente, o software de gerenciamento é implantado em ambientes de nuvem já existentes como uma máquina virtual (VM) que contém um banco de dados e um servidor. O servidor se comunica com interfaces de programação de aplicações (APIs) para conectar o banco de dados e os recursos virtuais, de nuvem ou baseados em container que sustentam a nuvem e interagem dentro dela. O banco de dados coleta informações sobre o desempenho da infraestrutura virtual ou de nuvem e envia análises para uma interface web na qual os administradores podem visualizar e analisar a performance da nuvem. Além disso, eles podem retransmitir comandos executados pelo servidor virtual para a nuvem.

Essa conectividade toda depende do que talvez seja a tecnologia mais ignorada: o sistema operacional. É ele que comanda todas as diferentes tecnologias que formam as nuvens e implanta as ferramentas de gerenciamento. O sistema operacional precisa funcionar com qualquer nuvem escolhida, seja qual for o nível de personalização dela. É por isso que muitos sistemas operacionais baseados na nuvem são open source, como o Linux®.

 

Gerenciamento de nuvem não é cloud computing

As nuvens fornecem as regras, e o gerenciamento de nuvem as executa. As nuvens são pools compostos de recursos virtuais, armazenamento, aplicações e serviços gerenciados por um software. Isso possibilita o acesso sob demanda. O gerenciamento de nuvem combina software, automação, políticas, governança e equipes para determinar como esses serviços de cloud computing serão disponibilizados.

 

O que a plataforma de gerenciamento de nuvem precisa fazer?

É preciso personalizar a plataforma de gerenciamento de nuvem (CMP)  de acordo com suas necessidades. Ela precisa atender aos requisitos do sistema operacional, aplicações, provisionamento, segurança em nuvem, frameworks de armazenamento, ambientes operacionais padrão (SOEs) e de tudo o que é executado na nuvem. Ela também precisa ter flexibilidade e capacidade de se adaptar rapidamente às mudanças.

A automação elimina ao máximo a interação humana das diversas tarefas e fluxos de trabalho diários, o que acaba sendo duplamente vantajoso, pois aumenta a eficiência e reduz os erros. A automação alivia uma enorme carga da cloud computing e é essencial para qualquer plataforma de gerenciamento de nuvem. 

É muito comum ultrapassar o orçamento destinado aos serviços de nuvem, devido à sua facilidade de utilização. A plataforma de gerenciamento de nuvem precisa oferecer gerenciamento, previsão e relatórios de custo precisos.

Assim como a capacidade de processamento, dados e recursos da nuvem, as ferramentas de gerenciamento precisam ser acessíveis para os administradores, independentemente de onde eles ou a infraestrutura estiverem.

Em um futuro próximo, as empresas não poderão deixar de ter os tipos de nuvem (privada, pública e híbrida). Todas as plataformas de gerenciamento de nuvem precisam oferecer suporte a todos os tipos de nuvem  com segurança e estabilidade em vários ambientes.

Pode parecer um pouco óbvio, mas as funcionalidades de autosserviço são essenciais para que qualquer plataforma de gerenciamento de nuvem se mantenha flexível e adaptável para lidar com alterações e atualizações frequentes. Ela precisa manter o controle sobre tudo, enquanto as políticas guiam o acesso do usuário a recursos, configurações e capacidade. A orquestração de toda a infraestrutura (on-premise, virtual, de data centers etc.) durante o ciclo de vida é essencial.

 

Por que escolher a Red Hat?

A nuvem chegou para ficar, e a tecnologia muda o tempo todo (com avanços como Kubernetes e edge computing). Mas como a cloud computing exige mudanças, os usuários finais precisarão se adaptar, assim como as ferramentas de gerenciamento de nuvem. Não importa se suas operações são executadas em um único ambiente de nuvem ou em vários, um gerenciamento eficiente e a flexibilidade de adaptação fazem toda a diferença. Nossa plataforma de gerenciamento de multicloud open source oferece uma solução consistente para acompanhar custos, controlar a alocação de recursos e garantir a conformidade. Ela também foi projetada para executar de forma nativa os principais playbooks open source de automação de TI (com o Red Hat Ansible Automation Platform), para que você possa padronizar a experiência na nuvem usando uma linguagem de automação unificada.

Comece a gerenciar suas nuvens hoje mesmo

Red Hat CloudForms

Uma ferramenta que auxilia no gerenciamento seguro de qualquer ambiente compatível com o Red Hat Enterprise Linux, de máquinas físicas a multiclouds híbridas.

Red Hat Ansible Automation Platform

Automatize o gerenciamento de nuvem definindo de uma grande variedade de políticas e processos sem a necessidade de programação ou script.

Localize ou torne-se um provedor de nuvem ou serviços que usa a infraestrutura inovadora, adaptável e intuitiva da Red Hat para criar ambientes de nuvem.

Você pode fazer muito mais com a nuvem