Ir para seção

O que é Cloud Foundry?

Copiar URL

O Cloud Foundry serve para criar, implantar e ajustar a escala dos containers, ou seja, algo parecido com o que o Kubernetes faz. O Cloud Foundry conecta containers a redes e roteamento. Assim, os desenvolvedores podem se concentrar na criação e implantação do código nas aplicações.

Por outro lado, o Kubernetes oferece aos desenvolvedores um framework distribuído que escala clusters e aplicações. Por isso, é uma opção excelente para as cargas de trabalho que são executadas em vários ambientes de nuvem. O Kubernetes também é útil para desenvolvedores que precisam de flexibilidade para implantar aplicações em várias infraestruturas de nuvem.

O Cloud Foundry é a plataforma como serviço (PaaS) open source nascida em 2011 que permitiu aos desenvolvedores criarem a primeira geração de aplicações em containers. Com foco na experiência do desenvolvedor, o Cloud Foundry oferece uma plataforma para criar, implantar e executar aplicações stateless nativas na nuvem. 

O Kubernetes é uma plataforma de orquestração de containers open source que automatiza grande parte dos processos manuais necessários para implantar, gerenciar e escalar aplicações em containers. O Cloud Foundry e o Kubernetes são duas das mais conhecidas e usadas plataformas de conteinerização, e ambas compartilham algumas funcionalidades. Mas ao comparar o Cloud Foundry e o Kubernetes, podemos perceber as diferenças na abordagem de gerenciamento das aplicações.

Tanto o Cloud Foundry quanto o Kubernetes:

  • Executam aplicações em containers.
  • Executam aplicações que estão empacotadas como imagens Docker.
  • Executam cargas de trabalho de produção muito grandes.
  • Podem ser executados on-premise ou na nuvem pública.
  • São open source e controlados por fundações independentes.

A diferença entre as duas plataformas é que o foco do Cloud Foundry está na aplicação, enquanto o do Kubernetes está no container. Além disso, o Kubernetes torna o trabalho dos desenvolvedores um pouco mais complexo, já que precisam criar o container para a aplicação e definir outras configurações de implantação. Já o Cloud Foundry oferece uma experiência diferente a operadores e desenvolvedores que trabalham com a nuvem porque simplifica a interface. No entanto, o Kubernetes dá mais liberdade, possibilitando configurar containers do jeito mais adequado às aplicações.

Semelhante ao Kubernetes, o Cloud Foundry é uma plataforma de entrega contínua que oferece suporte a todo o ciclo de vida do desenvolvimento e permite que os desenvolvedores criem, implantem e executem aplicações em containers.

Ele usa uma arquitetura baseada em containers para executar, atualizar e implantar aplicações em diversos provedores de serviços de nuvem, públicos ou privados, não importando em que linguagem foram desenvolvidas. Com este ambiente multicloud, os desenvolvedores podem usar a plataforma de nuvem que melhor se adéqua às cargas de trabalho de aplicações específicas, e migrá-las entre provedores de nuvem, sem mudanças na aplicação, conforme necessário.

Embora o Kubernetes e o Cloud Foundry tenham diversas funcionalidades em comum, o Cloud Foundry oferece uma abstração mais sofisticada para a implantação de aplicações nativas em nuvem. Diferentemente do Kubernetes, que usa runtimes de container padrão Linux, o Cloud Foundry usa seu próprio suporte a ambientes de execução e frameworks, o Buildpacks. Essa camada extra facilita a criação e implantação de aplicações, mas deixa desenvolvedores com menos controle. 


Desafios

O suporte obsoleto do Cloud Foundry traz diversos desafios e limitações às organizações, incluindo altos custos para adequar aplicações legadas à plataforma e a falta de suporte a novas tecnologias.

Embora o Cloud Foundry tenha absorvido os conceitos do Kubernetes, ele continua sendo uma plataforma distinta. Isso se torna um desafio quando há cargas de trabalho do Kubernetes implantadas na empresa inteira, já que serão muitas plataformas para gerenciar. Você pode diminuir a complexidade migrando para uma plataforma empresarial comum a todas as aplicações baseadas em containers no seu ambiente.

As organizações que enfrentam as limitações e a complexidade de continuar com suporte ao Cloud Foundry podem estar buscando alternativas. O Red Hat® OpenShift® oferece uma plataforma de aplicações nativas em nuvem completa para o planejamento da migração do Cloud Foundry para o OpenShift. 

O Red Hat OpenShift é uma solução de nuvem híbrida aberta que facilita tanto a conteinerização e modernização de aplicações existentes quanto o desenvolvimento de novas aplicações nativas em nuvem. Como uma plataforma empresarial de containers Kubernetes para produção e cargas de trabalho, o Red Hat OpenShift oferece suporte a aplicações tanto tradicionais quanto nativas em nuvem, permitindo que elas sejam executadas em qualquer lugar. Além disso, ele também possibilita a automação dentro e fora dos clusters do Kubernetes.

Os clientes que migram do Cloud Foundry para o OpenShift recebem os seguintes benefícios:

  • Plataforma de desenvolvimento e aplicações empresariais nativas do Kubernetes
  • Suporte a aplicações stateless e stateful
  • Produtividade aprimorada com ambiente de desenvolvimento padronizado e provisionamento de autosserviço
  • Proteção ampliada com o Red Hat Advanced Cluster Security, para segurança e conformidade contínuas de cargas de trabalho, containers e infraestrutura. 
  • Redução significativa dos custos de hardware com a execução do OpenShift em bare metal

Leitura recomendada

Artigo

O que são operadores do Red Hat OpenShift?

Red Hat OpenShift Operators automate the creation, configuration, and management of instances of Kubernetes-native applications.

Artigo

Por que escolher o Red Hat OpenShift Serverless?

Red Hat OpenShift Serverless amplia o poder do Kubernetes para que você implante e gerencie cargas de trabalho serverless.

Artigo

Por que escolher o Red Hat OpenShift Service Mesh?

O Red Hat OpenShift Service Mesh oferece uma maneira uniforme de conectar, gerenciar e observar aplicações baseadas em microsserviços.

Leia mais sobre o OpenShift

Soluções Red Hat

Uma plataforma de aplicações para empresas que oferece serviços testados para lançar aplicações na infraestrutura de sua escolha.

Solução de armazenamento definido por software que reserva um lugar permanente para os dados, enquanto containers são iniciados e encerrados entre ambientes diferentes.

Uma solução de segurança em containers nativa do Kubernetes para empresas que viabiliza a criação, implantação e execução segura de aplicações nativas em nuvem.

Um console individual, com políticas de segurança integradas, para controlar aplicações e clusters do Kubernetes.

Conteúdo adicional

CASO DE SUCESSO

BANCO GALICIA

Banco Galicia, da Argentina, integra novos clientes corporativos em minutos com sua plataforma de NLP inteligente.

 

 

CASO DE SUCESSO

KPMG

A KPMG melhora os resultados dos serviços estaduais ao cidadão por meio de uma moderna plataforma de integração de sistemas.

 

Datasheet

Red Hat OpenShift: tecnologia de container para a nuvem híbrida

O Red Hat® OpenShift® é uma plataforma empresarial de containers Kubernetes que ajuda organizações em todo o mundo a criar, implantar, executar, gerenciar e proteger aplicações inovadoras em nuvens híbridas.

Checklist

Quatro maneiras de melhorar o acesso à inovação

O Red Hat® OpenShift® facilita a criação de aplicações baseadas em container. Descubra quatro maneiras de melhorar as iniciativas de inovação usando o Red Hat OpenShift e softwares pré-aprovados.

Treinamentos Red Hat

Treinamento gratuito

Running Containers with Red Hat Technical Overview

Treinamento gratuito

Developing Cloud-Native Applications with Microservices Architectures

Treinamento gratuito

Containers, Kubernetes and Red Hat OpenShift Technical Overview