Login / Registre-se Account

Automação

O que é automação de rede?

A automação de rede usa lógica programável para gerenciar recursos e serviços de rede. Com a automação de rede, as equipes de operações de rede (NetOps) podem configurar, escalar, proteger e integrar infraestruturas de rede e serviços de aplicação mais rápido do que se essas tarefas fossem executadas manualmente pelos usuários.

O que é um sistema de rede?

Um sistema de rede usa componentes de hardware, como placas de interface de rede, cabos Ethernet e switches, para transportar dados entre endpoints chamados de nós. Ele também usa software, como os que criam redes locais e de longa distância definidas por software (SDNs), redes de longa distância definidas por software (SD-WANs) e virtualização de funções de rede (NFV).

O que é automação?

Automação é o uso da tecnologia para executar tarefas com o mínimo possível de assistência humana. A automação da TI é o uso de software para criar instruções e processos reproduzíveis a fim de substituir ou reduzir a interação humana com os sistemas de TI. O software de automação trabalha dentro dos limites de tais instruções, ferramentas e frameworks para executar tarefas com pouca ou nenhuma intervenção humana.

O que é automação de rede?

A automação de rede elimina as etapas manuais que são necessárias para gerenciar as redes, como fazer login em roteadores, switches, balanceadores de carga e firewall para alterar manualmente as configurações antes de sair do sistema. Além disso, ela depende da criação de scripts encadeados que são programados no nível da interface de linha de comando (CLI) do sistema operacional ou da utilização de um software de automação pronto para uso.

Por que automatizar redes?

O gerenciamento de redes permaneceu estagnado por décadas, mesmo com a evolução das tecnologias subjacentes. Em geral, as tarefas de criação, operação e manutenção de redes são manuais. No entanto, as abordagens tradicionais e manuais de atualizações e configurações de rede são muito lentas e suscetíveis a erros. Dessa forma, elas não conseguem acompanhar o ritmo necessário dos requisitos de carga de trabalho que mudam constantemente. A automação do gerenciamento de recursos e serviços de rede torna as equipes de operações mais ágeis e flexíveis para lidar de forma eficiente com demandas empresariais modernas.

Como a automação de rede funciona?

Há muitas maneiras de automatizar uma rede e muitos componentes que podem ser automatizados. A maioria das soluções de automação de rede estão entre estes dois extremos: automação via linha de comando ou software de automação.

No nível mais básico, é possível automatizar os componentes de rede usando argumentos e comandos de CLI padrão. Por exemplo, administradores do sistema operacional Linux® podem usar operadores Bash para encadear eventos com base em sucessos (&&) ou falhas (||) de comandos anteriores. Ou então, os usuários podem compilar listas de comandos em arquivos de texto, conhecidos como scripts shell, que são executados todos de uma vez repetidamente com apenas um comando de execução.

As soluções de software de automação podem consolidar tarefas de rede em programas prontos que o usuário seleciona, programa e executa a partir do front-end da aplicação. Por exemplo, é possível usar o Red Hat Ansible® Automation Platform para automatizar redes e permissões com o empacotamento de interfaces de programação de aplicações (APIs), plug-ins, inventários e módulos em playbooks que os usuários podem navegar, selecionar e executar a fim de automatizar operações de configuração, segurança, orquestração, provisionamento e outras tarefas de rede em diferentes provedores de serviço, como AWS, Microsoft e Cisco.

Quais operações de rede podem ser automatizadas?

Configurações de rede

A configuração manual da rede pode gerar inconsistências, configurações incorretas e instabilidades, o que dificulta a entrega de serviços de alto nível, necessários para as operações empresariais digitais. A automação ajuda a padronizar processos de gerenciamento de rede para a aplicação das práticas recomendadas. As equipes de operações de rede conseguem entregar serviços em escala com mais rapidez e facilidade, além de reduzir o tempo médio de resolução (MTTR) durante interrupções dos serviços.

Balanceamento de carga e failover

Para otimizar desempenho e custos, é necessário balancear as cargas das aplicações na infraestrutura. O balanceamento manual de cargas pode acarretar no desempenho insatisfatório das aplicações e também em atraso de failover, em caso de problemas no sistema. Automatizar o balanceamento de carga elimina a necessidade de intervenção manual e abre espaço para ajustes e failover contínuos mais rápidos para melhorar o desempenho e a confiabilidade das aplicações.

Quem usa a automação de rede?

Embora os provedores de serviços de telecomunicações tenham sido os primeiros a adotar a automação de rede para melhorar as redes digitais, empresas de todos os setores podem se beneficiar com essa tecnologia. A Swisscomm, principal empresa de telecomunicações da Suíça, automatizou mais de 15 mil componentes de rede, incluindo servidores, firewalls e dispositivos de rede e armazenamento. A Microsoft automatizou eventos de rede que acionam fluxos de trabalho de telemetria, emissão de tíquetes, geração de logs e análises de dados.

Swisscom

A Swisscom automatizou o gerenciamento de cerca de 15.000 componentes de rede e de TI com o objetivo de mudar o foco para projetos de desenvolvimento mais valiosos e acelerar o tempo de resposta às solicitações dos recursos. Com isso, a empresa prevê uma economia de mais de 3.000 horas geralmente gastas em tarefas manuais.

Surescripts

A Surescripts automatizou os processos de TI e as operações de failover para agilizar a implantação de aparelhos e servidores de rede, a resolução de problemas e o lançamento de novas aplicações. Como resultado, a empresa obteve uma economia de duas horas por serviço durante incidentes de failover.

Por que escolher a Red Hat?

Porque nossas soluções de automação seguem um modelo de desenvolvimento que aproveita os melhores aspectos do software open source (inovação e colaboração) e os empacota em soluções open source empresariais. No entanto, mesmo após testadas, empacotadas e lançadas, o código-fonte por trás de todas as soluções Red Hat permanece aberto. Portanto, você pode modificar qualquer aspecto das nossas ferramentas. E continuamos a desenvolver os playbooks da nossa plataforma de automação ao ajudar os usuários a melhorá-los e adicioná-los em tempo real.

Ferramentas de automação de rede

Red Hat Ansible Automation Platform

Uma plataforma de automação sem agentes.

Red Hat Hyperconverged Infrastructure logo

Uma solução integrada de armazenamento e computação definida por software.