Tópico

Introdução à cloud computing

O compartilhamento de recursos por meio de conexões físicas está sendo substituído rapidamente por um método de disponibilização que oferece infraestrutura virtual, serviços, plataformas e aplicações sob demanda em todas as redes. Isso é o que chamamos de cloud computing. Veja o que você precisa saber sobre ela.

O que é cloud computing?

A cloud computing é um conjunto de princípios e abordagens. Com ela, você fornece infraestrutura de computação, serviços, plataformas e aplicações sob demanda aos usuários em uma rede. Tudo isso é proveniente das clouds, que são pools de recursos virtuais como capacidade de processamento bruto, armazenamento ou aplicações baseadas em cloud. Elas são orquestradas por softwares de gerenciamento e automação para que os usuários possam acessá-las sob demanda usando portais de autosserviço com escalonamento automático e alocação dinâmica de recursos. A cloud computing libera os departamentos de TI da demorada tarefa de iniciar implantações personalizadas, garantindo às unidades corporativas o poder de solicitar e implantar os próprios recursos.

As clouds e a cloud computing não são tecnologias em si. Essa abordagem inclui a adoção de tecnologias como sistemas operacionais, softwares de virtualização e ferramentas de automação e de gerenciamento. Os sistemas operacionais são necessários para configurar as redes e hospedar as interfaces de usuário. A virtualização é usada para abstrair os recursos e agrupá-los em clouds. Com os softwares de automação, é possível alocar os recursos. Por fim, as ferramentas de gerenciamento servem para provisionar novos ambientes. Alguns projetos, como o OpenStack® (a base do Red Hat® OpenStack Platform), empacotam a maioria dessas tecnologias e as transformam em sistemas de fácil implantação. Ou seja, tudo o que você precisa para desenvolver e orquestrar clouds disponíveis em uma única solução.

Como criar uma cloud a partir do seu projeto de TI atual

Como implantar as clouds?

Clouds públicas

Criadas a partir de recursos que não são de propriedade dos usuários finais.

Clouds privadas

Criadas a partir de recursos de propriedade física ou contratual dos usuários finais.

Clouds híbridas

Criadas a partir de uma variedade de recursos privados e públicos.

Quais serviços são fornecidos pelas clouds?

É possível implantar clouds por meio de pacotes "como serviço", que é como chamamos os pacotes de serviços fornecidos por meio de uma rede. Assim, as organizações não precisam fornecê-los localmente ou por meio de conexões físicas.

Infraestrutura como serviço (IaaS)

As soluções de IaaS, como o Red Hat Cloud Infrastructure, são o alicerce de todas as implantações de cloud e incorporam os serviços mínimos de hardware e software necessários para tal: rede, armazenamento, servidores e virtualização. Juntos, esses serviços constituem a infraestrutura dos ambientes de cloud computing (por isso o nome "Infraestrutura como Serviço") e são disponibilizados aos usuários conforme a necessidade. Cada um desses serviços pode ser escalado, provisionado e medido automaticamente, enquanto todas as outras partes do stack de TI, desde o sistema operacional até as aplicações, são gerenciadas manualmente pelos consumidores da cloud.

Plataforma como serviço (PaaS)

As soluções de PaaS são plataformas baseadas em cloud usadas para o desenvolvimento e a implantação de softwares. Isso significa que esse tipo de solução oferece todos os recursos de hardware e software processados pelas soluções de IaaS, além do sistema operacional, do middleware e do ambiente de execução. Os containers (como o Red Hat OpenShift) são uma solução de PaaS. Eles fornecem aos desenvolvedores e operadores um ambiente em que a infraestrutura e as plataformas, compatíveis com os bancos de dados e as aplicações, são automatizadas e perfeitamente integradas.

Implantação de containers em clouds

A implantação de containers em clouds é basicamente a implementação de uma PaaS (que fornece linguagem, ambientes de execução e aplicações) em uma IaaS (que fornece redes, armazenamento, servidores e virtualização). Cada uma tem suas limitações. A IaaS é flexível, mas requer configuração adicional ao implantar uma aplicação. Já a PaaS pode bloquear um ambiente, mas isso dificulta a personalização dos ambientes de execução das aplicações. Implantar ambas em conjunto reduz as limitações de cada solução.

Os containers fornecem recursos importantes: a aplicação, todas as dependências associadas a ela e a automação necessária para implantá-la. Os containers podem até ser empacotados por um desenvolvedor ou arquiteto, oferecendo a quantidade certa de flexibilidade e portabilidade para que o usuário migre um formato de container padrão entre fornecedores de cloud.

Cloud containers icon

Qual é a diferença entre cloud computing e virtualização?

Com a virtualização, é possível criar clouds. No entanto, isso não a caracteriza como cloud computing. É fácil confundir essas duas tecnologias, principalmente porque ambas envolvem a separação de recursos do hardware para criar um ambiente útil. Pense da seguinte forma:

  • Virtualização é a tecnologia que separa as funções e o hardware.
  • Cloud computing é uma solução que depende dessa divisão.

Como automatizar a cloud?

O software de gerenciamento cria a base para provisionamentos, implantações e desativações. No entanto, é o software de automação que realmente transforma o ambiente em cloud computing. Sem a automação, o provisionamento é um processo manual. Isso significa que gerenciar todos os recursos agrupados pode ser uma tarefa muito complexa e difícil. É por isso que o software de automação é um componente necessário da cloud computing.

Como desenvolver aplicações usando clouds?

As clouds ficaram populares por causa dos serviços de armazenamento, computação e memória. No entanto, elas são cada vez mais um componente essencial no desenvolvimento de aplicações. As clouds reagem automaticamente às mudanças na demanda de cargas de trabalho, e é possível provisionar aplicações novas com menos lentidão e esforço do que os protocolos tradicionais. Com a cloud computing, você cria ambientes de desenvolvimento personalizados rapidamente, o que aumenta a eficiência das equipes de operações. Assim, é possível iniciar estações de trabalho, máquinas virtuais, servidores de aplicações e conexões de bancos de dados sem abrir tickets. Isso ajuda no desenvolvimento de aplicações em ambientes distribuídos com todos os recursos, capacidades e serviços necessários para o fornecimento de suporte.

Quão segura é a cloud?

Não há uma declaração de segurança universal que se aplique às clouds, aos usuários ou aos fornecedores. No entanto, a maior parte da proteção da cloud é a segurança da TI. Você é responsável por proteger o próprio espaço dentro de qualquer implantação de cloud utilizada (pública, privada ou híbrida). A diversidade do portfólio de cloud, a força dos protocolos de criptografia e a abrangência das políticas de recuperação de desastres têm grande impacto nos riscos de segurança da cloud. Além disso, as clouds oferecem mais desafios de segurança em comparação com as arquiteturas de TI on-premise, como a dissolução de perímetros, o uso de tecnologias definidas por software em todos os lugares e um cenário de ameaças mais sofisticado. No entanto, ao entender essas diferenças, as clouds são muito mais seguras.

O que é gerenciamento da cloud?

O gerenciamento da cloud ocorre quando o usuário tem controle sobre os recursos operados nela: os dados, aplicações e serviços. O software usado para controlá-los são as próprias ferramentas de gerenciamento, que costumam ser executadas como plataformas. Essas ferramentas garantem a execução segura e eficiente dos recursos de cloud computing, além de torná-los acessíveis para todas as pessoas ou tecnologias que precisam deles. Basicamente, o objetivo das plataformas de gerenciamento de cloud é garantir que tudo que é executado na cloud pública, privada ou híbrida funcione muito bem.

O que são as multiclouds?

A multicloud é uma abordagem que inclui mais de um serviço e de um fornecedor de cloud, pública ou privada. Ela é diferente das clouds híbridas, mas uma não exclui a outra: é possível ter ambas ao mesmo tempo.

Como as empresas buscam aprimorar a segurança e o desempenho por meio de um portfólio ampliado de ambientes, as multiclouds têm se tornado cada vez mais comuns. O uso delas é recomendado porque nem toda cloud fornece tudo o que você precisa, como manter a alta disponibilidade para os usuários a milhares de quilômetros de distância, aderir às leis de soberania dos dados, lidar com a shadow IT ou proteger os ambientes contra interrupções.

Por que escolher a Red Hat?

Porque, seja qual for o tipo de cloud que você deseja implantar (pública, privada ou híbrida), acreditamos que ela precisa ser open source. Muitas infraestruturas de cloud são baseadas no Linux® e em outros softwares open source. No entanto, é difícil absorver a variedade de benefícios oferecidos por diferentes fornecedores de cloud quando há códigos proprietários que impedem a interação entre soluções de fornecedores distintos.

As soluções de cloud eficazes devem conectar vários ambientes de cloud. As melhores soluções também devem oferecer o gerenciamento desses ambientes. No entanto, as soluções ideais são as que vão além e automatizam o sistema inteiro. E a automação da cloud é algo que priorizamos e alcançamos usando a tecnologia de automação de TI open source mais famosa do mundo, além de uma equipe de consultoria abrangente e treinamentos hands-on com especialistas.

Escolhemos a Red Hat porque precisávamos nos concentrar nas decisões e nas análises avançadas. Precisávamos de uma camada de PaaS para provisionar e gerenciar de forma automatizada, e que nos fornecesse uma infraestrutura com a segurança necessária. Essa parceria com a Red Hat foi o casamento perfeito para a FICO.

Dr. Stuart Wells, Vice-presidente executivo, CPO/CTO, FICO

Tudo o que você precisa para criar uma cloud

Infraestrutura

A plataforma ideal para empresas desenvolverem a cloud privada ou para fornecedores de serviços criarem uma cloud pública.

Infraestrutura

Uma solução completa de infraestrutura como serviço (IaaS) para clouds privadas com gerenciamento simplificado para implantações de clouds públicas e privadas.

Plataforma

A combinação da plataforma de aplicações em containers com a infraestrutura de cloud privada ajuda na implantação de containers em todo o stack de TI.

O logotipo do OpenStack® Word Mark e OpenStack são marcas registradas/marcas de serviço ou marcas comerciais/marcas de serviço da OpenStack Foundation nos Estados Unidos e em outros países, usadas com a permissão da OpenStack Foundation. Não temos afiliação, endosso ou patrocínio da OpenStack Foundation nem da comunidade OpenStack.

Você pode fazer muito mais com a cloud